PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Eleição em Missão Velha é marcada por disputa entre candidatos de Lula e Ciro

A eleição suplementar no Ceará acontece em meio ao acirramento entre ambos os pré-candidato à sucessão da presidência da República em 2022

Filipe Pereira
18:18 | 16/07/2021
Nas redes sociais, Lula e Ciro trocam críticas e antecipam embate de 2022 (Foto: Reprodução)
Nas redes sociais, Lula e Ciro trocam críticas e antecipam embate de 2022 (Foto: Reprodução)

A população de Missão Velha deve retornar às urnas no dia 1º de agosto para a realização de eleições suplementares. O pleito, no entanto, coloca de lados opostos candidatos que representam partidos aliados no Ceará: PT e PDT. O caso ganha ainda mais destaque pelos padrinhos políticos que entraram na disputa local, mas quem tem reflexos nacionais: Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Ciro Gomes (PDT). Ambos gravaram vídeos para seus respectivos prefeituráveis. 

Uma das candidatas à Prefeitura é a petista Fitinha, apoiada pelo ex-presidente Lula. Como era vice de chapa nas eleições municipais de 2020, ela tem apoio do prefeito eleito, Dr. Washington Macedo (MDB), que teve o registro de candidatura indeferido por improbidade administrativa.

Em oposição a ela, concorre Dr. Lorim (PDT), candidato do ex-ministro Ciro Gomes. O pedetista é ex-vice-prefeito da cidade e foi o nome derrotado por Washington, em 2020. Nas redes sociais, ambos os candidatos receberam apoio dos presidenciáveis:

No dia 21 de maio, o Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE), presidido pelo desembargador Haroldo Correia de Oliveira Máximo, aprovou em sessão virtual a realização das eleições suplementares para os cargos de prefeito em Missão Velha. O então candidato Dr. Washington (MDB) teve o registro indeferido pelo órgão. A decisão foi mantida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mesmo após a apresentação de recursos.

A eleição acontece em meio ao acirramento entre os candidato à sucessão do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Após uma série de ofensivas contra seus adversários, na última segunda-feira, 12, Ciro divulgou vídeo em que segue investindo na busca por se firmar como uma “terceira via” para a disputa em 2022. Ele volta a pedir que os eleitores desconsiderem o adversário petista - que não teria projeto claro - e o presidente Jair Bolsonaro, que deve buscar sua reeleição e que, na avaliação do pedetista, representa "a treva". 

Evitando responder aos ataques do pedetista, Lula chegou a afirmar que não fará "jogo rasteiro" durante o embate eleitoral. Até o momento, segundo última pesquisa Datafolha, o ex-presidente mantém vantagem sobre Ciro e Bolsonaro. 

A eleição municipal de Missão Velha também antecipa um possível quadro político para a sucessão ao Governo Estadual. Apoiado pelo grupo dos Ferreira Gomes, comandando por Ciro, o governador Camilo Santana (PT) também deve ser buscado pelas lideranças petistas no Ceará para o apoio à eleição do ex-presidente Lula e de outros candidatos da legenda.