PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Kataguiri afirma que MBL anunciará data para manifestação contra Bolsonaro 

O deputado federal disse o partido não será contra a participação de manifestantes de esquerda durante as manifestações e que os atos devem acontecer de acordo com o avanço da vacinação

Filipe Pereira
17:44 | 05/07/2021
FORTALEZA, CE, BRASIL, 22.11.2019: Kim Kataguari, deputado federal.  (Fotos: Fabio Lima/O POVO) (Foto: FÁBIO LIMA/O POVO)
FORTALEZA, CE, BRASIL, 22.11.2019: Kim Kataguari, deputado federal. (Fotos: Fabio Lima/O POVO) (Foto: FÁBIO LIMA/O POVO)

O deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP) declarou nesta segunda-feira, 5, que o Movimento Brasil Livre (MBL) deve anunciar uma "supermanifestação" contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na próxima quinta-feira, 8. Em entrevista ao portal UOL, o parlamentar disse não tem dúvidas do envolvimento do presidente no esquema da "rachadinha" quando ainda era deputado federal, participação evidenciada nesta quinta após reportagem do UOL. 

LEIA MAIS l Senador Alessandro Vieira vai pedir instalação da CPI da Rachadinha

"Os áudios corroboram aquilo que o próprio UOL havia revelado sobre Flávio Bolsonaro no Rio, que mostrava que o grande chefe de desvios, tanto no gabinete de Flávio, Eduardo e Jair Bolsonaro. Queiroz era homem de confiança não de Flávio, mas de Jair Bolsonaro", disse Kataguiri. 

Sobre o conteúdo, o parlamentar escreveu no Twitter que existe uma tentativa dos bolsonaristas de tentar diminuir o crime, de falar que a rachadinha não é roubo. "Bolsonaro tirou dinheiro do povo, que poderia ser eventualmente enviado para áreas essenciais, para colocar no próprio bolso e enriquecer. Se isso não é corrupção", escreveu.