PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Bolsonaro debocha de Eduardo Leite: "está se achando o máximo; bateu no peito: assumi"

"É o cartão de visita para a candidatura dele", disse o presidente a apoiadores nesta sexta-feira (2) na saída do Palácio da Alvorada

11:33 | 02/07/2021
Bolsonaro ironiza decisão do governador Eduardo Leite de se assumir homossexual (Foto: REPRODUÇÃO/YOUTUBE)
Bolsonaro ironiza decisão do governador Eduardo Leite de se assumir homossexual (Foto: REPRODUÇÃO/YOUTUBE)

O presidente Jair Bolsonaro ironizou o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB) por este ter revelado ser homossexual, nesta quinta-feira (1º), em entrevista ao jornalista Pedro Bial, da TV Globo. "O cara está se achando o máximo. Bateu no peito. 'Assumi!'. É o cartão de visita para a candidatura dele", disse o presidente a apoiadores nesta sexta-feira (2) na saída do Palácio da Alvorada.

Bolsonaro afirmou não ter "nada contra a vida pessoal" de Leite, mas reprovou o que chamou de tentativa de "impor o seu comportamento para os outros". O tucano foi cumprimentado por figuras de diferentes matizes político-ideológicas, como o governador de São Paulo João Doria (PSDB) e a vice da chapa de Fernando Haddad à Presidência da República em 2018, Manuela d' Ávila.

LEIA MAIS: Após revelar ser gay, Eduardo Leite é elogiado, mas também criticado por apoio a Bolsonaro em 2018

Em outro momento da conversa com apoiadores, o presidente rechaçou a possibilidade de demarcar terras indígenas em seu governo e alegou que a medida "isola áreas produtivas". "Nossos irmãos índios já tem 14% de terras demarcadas. É mais que Rio e São Paulo juntos", disse.