Participamos do

Líder do governo, Ricardo Barros deve ser convidado a dar esclarecimentos na CPI

Barros foi citado por vários senadores ao longo da sessão por responder a uma ação do Ministério Público Federal por suspeitas de ter favorecido a empresa Global Gestão em Saúde
23:00 | Jun. 25, 2021
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O senador Alessandro Vieira (Cidadania-ES) comunicou à presidência da CPI da Covid que apresentará um convite ou convocação do líder do governo na Câmara dos Deputados, Ricardo Barros (Progressistas-PR), para dar explicações sobre as suspeitas em torno da compra da vacina indiana Covaxin.

Barros foi citado por vários senadores ao longo da sessão por responder a uma ação do Ministério Público Federal por suspeitas de ter favorecido a empresa Global Gestão em Saúde, que pertence ao mesmo grupo que intermediou a compra da Covaxin no Brasil.

"Claramente está lhe faltando coragem para dizer o nome do deputado Ricardo Barros", disse Vieira ao deputado Luis Miranda, que foi pressionado por vários membros da comissão a revelar o nome de um parlamentar que, segundo ele, foi mencionado pelo presidente Jair Bolsonaro como responsável por um "rolo" relacionado à compra da vacina indiana.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Após muita pressão, Miranda acabou admitindo a associação de Barros ao esquema de aquisição da vacina indiana. O presidente da CPI, Omar Aziz, afirmou que o presidente cometeu crime de prevaricação por não ter acionado os órgãos de controle para investigar um suposto esquema de corrupção envolvendo a compra da Covaxin.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags