PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Bolsonaristas cearenses elogiam performance de Mayra na CPI da Covid

O deputado Delegado Cavalcante (PSL) e o vereador Camelo Neto (Republicanos) parabenizaram a secretária do governo de Jair Bolsonaro

Filipe Pereira
12:39 | 26/05/2021
A secretária de Gestão do Trabalho do Ministério da Saúde do Brasil, Mayra Pinheiro, tira a máscara durante sessão da Comissão Parlamentar de Inquérito que investiga o manejo do governo para a pandemia do coronavírus, em Brasília, no dia 25 de maio de 2021. - O Brasil passou nas últimas semanas, imerso na cobertura de parede a parede de um inquérito do Senado sobre o motivo da explosão do COVID-19 no país - um desfile de testemunhos contundentes, às vezes cômicos, que provavelmente prejudicariam o presidente Jair Bolsonaro. (Foto de EVARISTO SA / AFP) (Foto: EVARISTO SA / AFP)
A secretária de Gestão do Trabalho do Ministério da Saúde do Brasil, Mayra Pinheiro, tira a máscara durante sessão da Comissão Parlamentar de Inquérito que investiga o manejo do governo para a pandemia do coronavírus, em Brasília, no dia 25 de maio de 2021. - O Brasil passou nas últimas semanas, imerso na cobertura de parede a parede de um inquérito do Senado sobre o motivo da explosão do COVID-19 no país - um desfile de testemunhos contundentes, às vezes cômicos, que provavelmente prejudicariam o presidente Jair Bolsonaro. (Foto de EVARISTO SA / AFP) (Foto: EVARISTO SA / AFP)

Parlamentares bolsonaristas da Câmara Municipal de Fortaleza (CMFor) e da Assembleia Legislativa do Ceará elogiaram a performance da médica cearense e secretária de Gestão do Trabalho do Ministério da Saúde, Mayra Pinheiro, na CPI da Covid. Ela prestou depoimento na última terça-feira, 26. 

Em publicação nas redes sociais, nesta quarta-feira, 26, além de parabenizar a médica, o deputado Delegado Cavalcante (PSL) destacou que "a vida exige coragem" e que a Mayra teve "postura firme e transparente na CPI da Covid". Já outros bolsonarista da AL, como Dr. Silvana (PL), Dr. Jaziel (PL) e André Fernandes (Republicanos) não se manifestaram. 

Também nesta manhã, Mayra compartilhou uma nota sem identificação onde agradece seus apoiadores. Na publicação, um texto afirma que o depoimento da médica foi "um dia para ficar na historia", pois ela "rebateu acusações e comprovou, através de fatos, que existe embasamento científico para o tratamento precoce da Covid-19". Nos comentários, o vereador Carmelo Neto (Republicanos) respondeu: "Parabéns minha amiga! Foi espetacular!". 

A vereadora Priscila Costa (PSC), forte apoiadora do presidente Jair Bolsonaro, não avaliou o depoimento. Porém, a parlamentar disponibilizou o ao vivo da oitiva em suas redes sociais. A participação de Mayra na CPI da Covid rendeu diversos momentos que chamaram a atenção. Entre os destaques, a médica assumiu a orientação do Ministério da Saúde para tratamento precoce (medicamentos sem comprovação científica) em Manaus (AM). 

Segundo a checagem do Aos Fatos, em seu depoimento, para defender a cloroquina, Mayra pronunciou sete mentiras, um exagero e três imprecisões. Em determinado momento, a secretária se contradisse e também  contradisse o ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, ao afirmar que um jornalista promoveu "extração indevida de dados" em aplicativo TratCov