PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

MP, TJCE, TRE e ACM lamentam morte do juiz Michel Pinheiro

A presidente do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), desembargadora Maria Nailde Pinheiro Nogueira, levantou mais homenagens ao magistrado durante a recepção remota dos novos alunos da Escola Superior da Magistratura do Ceará (Esmec)

Filipe Pereira
14:53 | 17/05/2021
Juiz Michel Pinheiro (Foto: TJCE)
Juiz Michel Pinheiro (Foto: TJCE)

O falecimento juiz Michel Pinheiro, ocorrida no último domingo, 16, repercutiu no Judiciário cearense. O magistrado estava internado em hospital na Capital e foi vítima da Covid-19. Após nota de pesar da Associação Cearense de Magistrados (ACM), Pinheiro também recebeu homenagem de outros órgãos. 

O Ministério Público do Estado do Ceará MPCE) lamentou o ocorrido. "Diante da dor imensurável, o MPCE se solidariza aos familiares e amigos e roga pelo conforto espiritual e emocional dos entes queridos", afirmou o órgão em seu site oficial. 

O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) também comunicou a morte e prestou solidariedade. "Este Tribunal presta condolências e se solidariza com a dor da família e amigos(as). Que, neste momento, a fé e a solidariedade sejam fontes de consolo", escreveu em nota. 

No TRE-CE, Michel atuou como juiz eleitoral no período entre 1995 e 2013. Nos períodos de 1995 a 2000 e de 2004 a 2006, foi titular da 19ª Zona Eleitoral (Tauá). Ele é esposo da juíza eleitoral da 37ª Zona Eleitoral (Caucaia), Elizabete Silva Pinheiro.

Durante a recepção remota dos novos alunos da Escola Superior da Magistratura do Ceará (Esmec), o desembargador Heráclito Vieira de Sousa Neto, coordenador dos Juizados Especiais Cíveis e Criminais e da Fazenda Pública, lembrou e lamentou a morte do juiz, que atuava como titular do 3º Juizado Especial Cível de Fortaleza.

“Nós perdemos o nosso colega, o magistrado Michel Pinheiro, que fez um trabalho valoroso. Um juiz que atendia a todos com gentileza, especialmente os mais humildes. É uma perda inigualável para a magistratura”, disse o desembargador. Em pronunciamento, também homenagearam Pinheiro os juízes Roberto Viana Diniz de Freitas e Sirley Cinthia Pacheco Prudêncio.

Na continuação, a presidente do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), desembargadora Maria Nailde Pinheiro Nogueira, levantou mais homenagens ao magistrado. “Deixa um legado de luta, de grande administrador de unidade judiciária. Tinha a preocupação de ofertar à sociedade cearense um trabalho sério, de excelência. A Presidência se solidariza com toda a família do Dr. Michel. Vai o homem, mas fica o seu nome, que será sempre lembrado na história do Poder Judiciário cearense”, disse.