Participamos do

CPI da Covid: Girão critica plano de trabalho e inicia bate-boca entre senadores

Parlamentares governistas criticam plano de trabalho e pedem que depoimentos também foque supostos desvios de verbas federais a estados e municípios. Vice-presidente acusa senadores de tentar obstruir sessão
11:20 | Mai. 04, 2021
Autor Filipe Pereira
Foto do autor
Filipe Pereira Repórter de Política
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A CPI da Covid iniciou seus trabalhos nesta terça-feira, 4, com bate-boca entre os senadores. Antes do depoimento do ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, o senador Eduardo Girão (Republicanos) manifestaram incômodo com a lista de depoimentos presente plano de trabalho executado pela comissão. O senador Ciro Nogueira (PP-PI) também expressou incômodo, o que atrasou os inícios das atividades. 

l LEIA MAIS l Acompanhe ao vivo: CPI da Covid começa hoje ouvindo depoimentos de Mandetta e Teich

Os senadores alegam que o plano de trabalho foca apenas em investigações sobre ações e omissões do governo federal e o colapso da saúde no Amazonas. Uma das estratégias da ala governista é envolver governadores e prefeitos nas investigações da comissão, para tirar o foco da gestão Jair Bolsonaro (sem partido).

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Ao pedir mais "equilíbrio", Girão solicitou que o depoimentos sejam alternados, considerando as possíveis irregularidades, fraudes e superfaturamentos em contratos e serviços feitos com recursos originados da União e enviados a estados e municípios. 

"Eu quero o andamento dessa CPI para investigar tudo. Ficou muito bom apenas focado no governo federal.  Peço que a gente tenha um equilíbrio, que seja justo e independente. Já conversei com o sendo Renan Calheiros para que a gente possa atender para que seja alternados esses depoimentos", disse o senador cearense. 

A fala incomodou o presidente da comissão, Omar Aziz (PSD-AM). "Eu estou entendo que você está pensando que estamos fazendo um uma convocação cirúrgica, esquecendo os estados e municípios e só tratando o governo federal. Não vai acontece isso aqui. Todos aqueles que estarem sujeitos da gente  provar requerimento para convocar testemunho será aprovada nesse plenário", disse.

O vice-presidente, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), acusou os parlamentares de tentar obstruir os trabalhos da CPI. Toda sessão ficam embromando, atrasando o serviço, estamos com depoente esperando, o plano de trabalho está consagrado, eu lhe dou uma lista. Bora trabalhar", destacou. Ele acrescentou: "Que tropa de choque atrapalhada, parece que tem algo pessoal contra o relator, ficam querendo questionar os trabalhos do relator, tudo está no plano de trabalho".

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags