Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Camilo Santana responde Felipe Neto no Twitter em publicação que desmente Eduardo Bolsonaro

Felipe Neto compartilhou notícias sobre a aquisição independente de imunizantes pelo Governo do Estado ao desmentir publicação de Eduardo Bolsonaro sobre vacinas para o Ceará
22:14 | Mar. 24, 2021
Autor O Povo
Foto do autor
O Povo Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Atualizada em 22:40

O governador Camilo Santana (PT) respondeu Felipe Neto em um post do youtuber no Twitter que mostra, ao lado de uma publicação compartilhada pelo deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), notícias sobre as negociações do Governo do Estado com o laboratório responsável pela produção da vacina russa Sputnik V.

O post do filho do presidente, que foi desmentido pelo youtuber como prints de notícias, traz a imagem de Bolsonaro e lhe atribui o envio de mais de 1,17 milhão de vacinas ao Ceará. Abaixo, aparecem as imagens do governador Camilo Santana e do prefeito de Fortaleza, José Sarto (PDT), com a inscrição “zero vacinas”. Camilo assinou contrato para aquisição de 5,8 milhões de doses da vacina russa no último dia 19, enquanto o prefeito Sarto sancionou Projeto de Lei Ordinária que permite a compra direta de imunizantes pela Capital, no dia 17 deste mês.

“Pois é caro @felipeneto. Além da tragédia sanitária que vivemos, há uma outra rede trágica especializada em espalhar mentiras e tentar destruir reputações. Os chefes são bem conhecidos. Sigamos firmes agindo com a verdade, tendo pessoas corajosas como vc aliadas nessa luta.”, escreveu o governador em resposta ao youtuber.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

LEIA TAMBÉM | "Tragédia sem precedentes", diz Camilo após Brasil atingir 300 mil mortes por Covid-19

>> Felipe Neto cria frente de advogados para defender quem for processado por criticar Bolsonaro

Pouco tempo depois , Camilo também lamentou em seu perfil o registro mais recente de óbitos por Covid-19 no Brasil, que ultrapassou 300 mil mortes. Na publicação, ele também fez críticas aos negacionistas da doença. A mensagem pode ser lida como uma referência direta ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido), polêmico por suas declarações que minimizam a crise sanitária.

“Mais de 300 mil vidas perdidas para a Covid no Brasil. Uma tragédia sem precedentes, diante da brutal insensatez daqueles que sempre negaram a ciência, ignoraram a dor das famílias, e fizeram da tragédia um palco de intrigas, mentiras e perseguições. O Brasil inteiro está de luto”, escreveu.

Ainda, o prefeito de Fortaleza, José Sarto, também reforçou em suas redes sociais sobre as ações de imunização e criticou a fala de Eduardo Bolsonaro.  "@CamiloSantanaCE e eu estamos trabalhando para vacinar nossa gente de forma célere, enquanto figuras já conhecidas pela falta de compromisso com a verdade e o bem coletivo se ocupam de espalhar mentiras e falácias. Valeu, @felipeneto !", declarou.

 

O número foi alcançado um dia após o Brasil registrar o seu dia mais letal da pandemia, com recorde de 3.251 mortes diárias.

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar