PUBLICIDADE
Política
Noticia

Polícia registra suspeitas de distribuir envelopes e realizar carreata em Fortaleza

Todos os suspeitos foram liberados. As ocorrências serão encaminhadas à Justiça Eleitoral. As investigações continuarão em inquéritos policiais

16:39 | 29/11/2020
Todos os casos de suposto crime eleitoral são encaminhados à Polícia Federal (Foto: FÁBIO LIMA)
Todos os casos de suposto crime eleitoral são encaminhados à Polícia Federal (Foto: FÁBIO LIMA)

Uma pessoa foi conduzida pela Polícia Militar à superintendência da Polícia Federal em Fortaleza por suspeita de estar distribuindo envelopes. A ocorrência se deu por volta de 12h30min. O suspeito, segundo a Polícia Federal, estava com material de campanha e listas que foram apreendidos junto com seus documentos. Ele foi ouvido e em seguida liberado.

Por volta das 11h40min, três pessoas foram levadas pela Polícia Militar por suposta realização de carreata no dia da eleição, o que configura crime eleitoral, de acordo com o art. 39 § 5º da lei 9.504/97. Após o comprometimento de comparecer aos atos do processo, os envolvidos foram liberados.

Ambas as ocorrências serão encaminhadas para à Justiça Eleitoral. As investigações continuarão em inquéritos policiais.

Sem irregularidade

Na madrugada de domingo, veículo com três pessoas foi abordado por conter material de campanha, além de R$ 300 em dinheiro. Todavia, não foram encontrados indícios de prática criminosa, os envolvidos foram liberados e nenhuma apreensão foi realizada.

Uma hora antes do encerramento das votações, a Polícia Federal informou que apenas essas três ocorrências foram registradas durante o segundo turno das eleições municipais em Fortaleza e Caucaia.