PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Crivella xinga Doria de "vagabundo" e termo homofóbico em reunião de apoiadores; governador responde

Candidato à reeleição para a Prefeitura do Rio de Janeiro, Crivella discursava contra organizações sociais que atuam na área da saúde

12:18 | 19/11/2020

Atual prefeito do Rio de Janeiro e candidato à reeleição, Marcelo Crivella (Republicanos) se exatou ao discursar sobre supostos salários retidos de médicos e enfermeiros por organizações sociais que atuam na área da saúde. Em vídeo de trecho da reunião que Crivella teve com apoiadores, na noite de quarta-feira, 18, o prefeito aparece xingando o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), de "vagabundo", além de usar termo homofóbico. Doria rebateu em sua conta oficial no Twitter.

O vídeo foi publicado no Facebook por Sandro Avelar, presidente da escola de samba Império Serrano e apoiador de Eduardo Paes (DEM) no segundo turno das eleições municipais do Rio. Após as ofensas à Doria, apoiadores de Crivella reagiram com gritos de entusiasmo e aplausos. Conforme publicação do jornal O Globo, o discurso ocorreu em uma reunião com filiados do Republicanos que disputaram a eleição para vereador, na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, na noite de quarta.

"Esse discurso vagabundo, mentiroso! Eu entrei na Justiça contra esses vagabundos. Sabe o que eles fizeram? Dei dinheiro para pagar aos funcionários, eles pegaram e pagaram fornecedor, que tinha que pagar dia 10 de dezembro. E faltou dinheiro. Sabe de quem é essa OS? Essa OS é de São Paulo. É do Doria. Viado! (sic) Vagabundo!", bradou Crivella em discurso.

Com a repercussão do vídeo, Crivella se retratou nas redes sociais, pedindo desculpas pelos "excessos".

Doria rebateu as ofensas, também pelas redes sociais, afirmando que Crivella "se apequena e lamentavelmente encerra seu ciclo de forma melancólica".

Intenções de voto no RJ

 

Na pesquisa mais recente de intenção de voto para o 2º turno das eleições para a Prefeitura do Rio de Janeiro, divulgada pelo Ibope, na quarta-feira, 18, o atual prefeito aparece na segunda colocação, com 23% dos votos totais. Eduardo Paes lidera com 53% dos votos totais.

+ Pesquisa Ibope Rio de Janeiro (RJ): Paes, 53%; Crivella, 23% - 2º turno eleições 2020

Resultados do 1º turno

+ Resultados no 1º turno do Rio de Janeiro

EDUARDO PAES (DEM): 974.804 - 37,01% (2º Turno)
CRIVELLA (Republicanos): 576.825 - 21,90% (2º Turno)
DELEGADA MARTHA ROCHA (PDT): 297.751 - 11,30%
BENEDITA DA SILVA (PT): 296.847 - 11,27%
LUIZ LIMA (PSL): 180.336 - 6,85%
RENATA SOUZA (PSOL): 85.272 - 3,24%