PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Camilo sanciona lei que cria o Conselho de Governadores do Ceará

Governador e ex-governadores deverão se reunir duas vezes ao ano. Objetivo do conselho é a troca de experiências sobre a administração pública.

18:32 | 20/07/2020
Camilo Santana agradeceu aos ex-governadores pelo convite aceito por eles (Foto: FCO Fontenele)
Camilo Santana agradeceu aos ex-governadores pelo convite aceito por eles (Foto: FCO Fontenele)

O governador Camilo Santana (PT) sancionou nesta segunda-feira, 20, o projeto de lei que cria o Conselho de Governadores do Ceará. O comitê será presidido pelo chefe do Executivo cearense e contará, ainda, com os ex-governadores Cid Gomes, Ciro Gomes, Tasso Jereissati, Lúcio Alcântara, Gonzaga Mota, Adauto Bezerra e Chico Aguiar. As reuniões deverão ocorrer duas vezes ao ano, sem recebimento de gratificação.

A decisão será publicada ainda nesta segunda no Diário Oficial do Estado (DOE). O anúncio foi realizado nas redes sociais do governador:

 

O projeto foi aprovado pela Assembleia Legislativa na última quinta-feira, 16, em sessão remota realizada com a presença de 36 deputados estaduais. Na ocasião, o líder do Governo, deputado Júlio César Filho (Cidadania), elogiou a iniciativa e citou que o Conselho de Governadores tem como objetivo central auxiliar a administração pública. “É um marco no Brasil. Espero que outros governadores façam como o governador Camilo Santana”, destacou o deputado.

Após enviar a proposta para a AL no início do mês de julho, Camilo afirmou que a ideia da criação do Conselho virá no "momento certo", quando o País e o Mundo passam por grandes transformações, devido à pandemia do novo coronavírus. "São pessoas que também vivenciaram vários desafios como governadores, outras experiências, e que têm muito a colaborar com o nosso Estado. Os interesses do Ceará devem estar sempre acima de quaisquer questões partidárias ou ideológicas. O Conselho de Governadores será muito importante para nosso Estado”, disse.