PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Ex-deputado cearense Aníbal Gomes é condenado pela segunda turma do STF

Ex-parlamentar foi condenado a cumprir 13 anos e um mês de prisão em regime fechado

19:13 | 09/06/2020
Ex-deputado foi condenado no âmbito da Operação Lava Jato por corrupção passiva e lavagem de dinheiro (Foto: Divulgação)
Ex-deputado foi condenado no âmbito da Operação Lava Jato por corrupção passiva e lavagem de dinheiro (Foto: Divulgação)

Em sessão de julgamento realizada nesta terça-feira, 9, a segunda turma do Supremo Tribunal Federal (STF) condenou o ex-deputado cearense Aníbal Gomes por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Aníbal era investigado na Operação Lava Jato e deve cumprir agora 13 anos e um mês de prisão em regime fechado.

O deputado licenciado virou réu após ser acusado de oferecer propina no valor de R$ 800 mil ao diretor da Petrobras em 2008, Paulo Roberto Costa. Na última terça-feira, 2, os ministros Edson Fachin e Celso de Mello, respectivamente relator e revisor do processo, já tinham votado pela condenação de Aníbal. Nesta terça-feira, todos os demais ministros se posicionaram a favor da condenação.

A denúncia contra Aníbal foi levada ao STF pela Procuradoria-Geral da República (PGR) em 2016, quando Rodrigo Janot ainda era o procurador-geral da República. Em 2018, Celso de Mello liberou a ação para julgamento.