PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Ricardo Salles diz que foi expulso do partido Novo por ter assumido cargo de ministro

O ministro do Meio Ambiente já tinha passado por uma suspensão do partido em outubro de 2019

Catalina Leite
12:11 | 07/05/2020
Salles já havia sido suspenso uma vez do partido
Salles já havia sido suspenso uma vez do partido (Foto: José Cruz/Agência Brasil)

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, afirmou em publicação no Twitter de que foi expulso do partido Novo por ter assumido cargo no governo Bolsonaro. Salles dá a entender que a justificativa do partido seria a ausência de informação prévia ou pedido de autorização Novo para aceitação do cargo.

No fim de outubro de 2019, a Comissão de Ética do Novo decidiu suspender a filiação do ministro do Meio Ambiente por "risco de dano grave e de difícil reparação à imagem e reputação do Novo". Dias depois, já em novembro, o ministro apareceu em entrevista à Rádio Jovem Pan vestindo uma blusa do partido. "Primeiro, eu estou aqui com esta camisa, porque ainda sou membro do partido. Fiz campanha por ele e defendo as suas ideias", afirmou o Salles no princípio da entrevista à emissora de rádio. 

Salles tomou posse no cargo dia 1º, juntamente com outros ministros. Em abril de 2020, o ministro do Meio Ambiente exonerou o diretor e Proteção Ambiental do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), após uma reportagem do Fantástico que mostrou uma operação do Ibama para tirar garimpeiros de terras indígenas e evitar alastramento do coronavírus.