PUBLICIDADE
Política
Noticia

Roberto Cláudio e diretor da OMS participam de seminário sobre soluções conjuntas para a Saúde Pública

Evento será promovido pelo Instituto Brasil África e discute temas voltados à Cooperação Internacional em meio à pandemia do novo coronavírus

18:36 | 05/05/2020
Seminário virtual do Instituto Brasil África discute soluções conjuntas para Saúde Pública e conta com a presença do diretor geral da OMS e do prefeito de Fortaleza
Seminário virtual do Instituto Brasil África discute soluções conjuntas para Saúde Pública e conta com a presença do diretor geral da OMS e do prefeito de Fortaleza (Foto: Facebook: Reprodução)

O Instituto Brasil África (Ibraf) promove, na próxima quinta-feira, 7, às 12 horas, seminário intitulado "Cooperação Internacional em Meio à Pandemia: Soluções Conjuntas para a Saúde Pública". Dentre os participantes do evento estão o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom, o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT) e o presidente do Ibraf, João Bosco Monte.

Os convidados abordarão temas vinculados à cooperação científica e técnica internacional para combater a pandemia, além de dialogar sobre como economias mais vulneráveis podem se preparar para obter melhores resultados em saúde pública. Evento será transmitido no canal do YouTube do Instituto.

O presidente do Ibraf afirma que o Instituto quer contribuir com o diálogo, acreditando ser o melhor caminho para a solução da atual crise. "Sem diálogo é impossível encontrar boas respostas. A nossa maior agenda é apresentar um bom debate, respeitando as diferenças, mas com opinião e contribuição. É fundamental. O não diálogo traduz-se em números de mortes", defende.

Os convidados vão apresentar suas perspectivas e como acreditam que o momento deve ser encarado. "O prefeito de Fortaleza terá a chance de compartilhar como a Cidade se comporta e encara esse momento de dificuldade", disse Bosco. Também participam do encontro Olive Shisana, assessora especial de política social do presidente da República da África do Sul e Jorge Chediek, diretor do Escritório das Nações Unidas para a Cooperação Sul-Sul (UNOSSC).


Acesse a cobertura completa do Coronavírus >