PUBLICIDADE
Política
Noticia

Camilo agradece apoio do Governo Federal e reforça: 'ninguém está acima da lei'

Após reunião com Sergio Moro, governador faz postagem de agradecimento nas redes sociais

15:11 | 24/02/2020

Após reunião com os ministros da Defesa, Fernando Azevedo; da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro; e do advogado geral da união, André Luiz Mendonça, o governador do Ceará, Camilo Santana, publicou em suas redes sociais, nesta segunda-feira, 24, uma nota de agradecimento ao Governo Federal. Segundo o chefe do executivo estadual, as operações da Garantia da Lei e da Ordem (GLO) têm sido fundamentais para garantir a segurança da população cearense, durante a paralisação da Polícia Militar (PM) do Estado.

"Agradeço o apoio do Governo Federal neste momento. Reafirmo que continuarei apoiando e valorizando nossos policiais que cumprem com suas obrigações e honram a farda que vestem", destacou Camilo. O governador também não poupou críticas aos agentes que continuam em greve. "A quem praticar ilícitos, o rigor da Justiça. Ninguém está acima da lei", reforçou.

Confira a publicação de Camilo:

Durante a reunião com Camilo, Moro afirmou que a situação conflituosa que o Ceará vive, devido à paralisação de alguns policiais militares, é "temporária". Segundo o ministro da Justiça e Segurança Pública, "tudo está sob controle dentro do contexto relativamente difícil".

De acordo com o Diário Oficial do Estado (DOE), 230 policiais militares do Ceará já foram afastados de seus cargos por suspeita de envolvimento em motim, desde que a greve teve início, na última terça-feira, 18. A Controladoria Geral de Disciplina (CGD) instaurou Processos Administrativos Disciplinares (PADs) contra mais 62 policiais militares, sendo 61 por deserção especial e um por estimular a paralisação nas redes sociais.