PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Ticiano Tomé é empossado novo prefeito de Granjeiro

O vice de João do Povo (PL), assassinado na última terça-feira, 24, assumiu em solenidade na sede da Câmara Municipal na tarde desta sexta-feira, 27

18:21 | 27/12/2019
Solenidade de posse começou com mais de uma hora de atraso
Solenidade de posse começou com mais de uma hora de atraso (Foto: Divulgação/Câmara Municipal de Granjeiro )

Ticiano Tomé (PSDB) foi empossado como como o novo prefeito do município de Granjeiro, na Região do Cariri, na tarde desta sexta-feira, 27. A posse ocorreu em solenidade na sede da Câmara Municipal, três dias após o antigo prefeito eleito, João do Povo (PL), ser assassinado na véspera de Natal, dia 24. A vítima, de 54 anos, levou três tiros enquanto caminhava no entorno do açude Junco. 

Conforme o vereador Luiz Márcio Pereira (PMN), presidente da Câmara, a posse transcorreu com tranquilidade e teve reforço policial. Dos nove vereadores da Casa, um faltou à sessão, que começou com mais de uma hora de atraso. A posse, que estava marcada para 15 horas, só começou por volta das 16h30min, conforme o vereador.

"Como todos ainda estamos de luto, a sessão foi bem rápida. Ele [Ticiano Tomé], falou e disse que está a disposição do povo e pediu para que todos, apesar de quem seja da oposição, trabalhe junto para a população. Não podemos fazer outra coisa a não ser pensar no povo. Esperamos que tudo siga, não podemos parar", ponderou. 

Histórico

Apesar de integrarem a mesma chapa vencedora das eleições municipais de 2016, Ticiano Tomé e o prefeito assassinado tinham rompido há pouco mais de oito meses, quando o grupo político de Ticiano Tomé fez denúncias contra prefeito. O grupo ao qual pertence Ticiano Tomé é liderado por Vicente Félix de Souza (conhecido como "Vicente Tomé"), pai dele e ex-prefeito de Granjeiro, onde exerceu a função por três vezes. Após João do Povo ser alvo de ação da Polícia Federal, os dois denunciaram suposto esquema envolvendo os vereadores do Município para abafar as investigações.