PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

No Dia do Sexo, Bolsonaro diz ser "imbrochável"

A expressão foi resposta aos apelos para que ele não desista da Presidência

Lucas Braga
22:49 | 06/09/2019
Presidente Jair Bolsonaro
Presidente Jair Bolsonaro (Foto: EVARISTO SA / AFP)

Após ser louvado na porta do Palácio do Planalto, em Brasília, o presidente Jair Bolsonaro surpreendeu os apoiadores nesta sexta-feira, 6. Inesperadamente, ele declarou: "eu sou imbrochável". As informações são do O Globo e da agência Reuters.

A expressão foi resposta aos apelos para que ele não desista da Presidência. O termo sucede a polêmica iniciada pelo próprio Bolsonaro, na quarta-feira, 4, ao dizer que o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), não tem chance nas eleições presidenciais de 2022 porque é uma "ejaculação precoce".

No mesmo dia, o deputado federal Alexandre Frota, recém-filiado ao PSDB após ser expulso do PSL, defendeu Doria. “O presidente é a brochada do ano e quer falar de ejaculação precoce? Ele fantasia muito, tipo masturbação política”, disse, à Folha de S.Paulo.

"É melhor ter ejaculação precoce do que ficar gozando com o pau dos outros, porque depois ele fica falando: 'o meu governo fez a Previdência, o meu governo fez a tributária'. Não fez nada. Ele sabe que não fez nada, que quem fez foi a Câmara", completou Frota.

Nesta sexta

Ao cumprimentar o público, o pesselista disse ainda ter alegrias diárias. "Reconheço as minhas limitações, as minhas fragilidades, a minha incompetência em alguns momentos".

Bolsonaro disse ainda que, ao contrário do que lhe tinham dito antes de assumir a Presidência, "todo dia é dia de alegria".

"Tristeza é você ter que dar satisfação a quem não presta, é você governar com incompetente e bandido do seu lado, daí realmente é tristeza. Quando a gente tem a liberdade de escolher os ministérios, governar com gente boa ao seu lado e contar com o carinho, com a simpatia de um povo maravilhoso, que é o povo brasileiro, todo dia é dia de alegria".