PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Moro abandona entrevista após ser questionado sobre trocas de mensagens com Dallagnol

Em Manaus para evento com secretários estaduais, o ministro afirmou: "Eu vim aqui para falar do Amazonas e se não tem pergunta a esse respeito eu encerro"

17:47 | 10/06/2019
"Eu vim aqui para falar do Amazonas e se não tem pergunta a esse respeito eu encerro", disse o ministro (Foto: AFP )

O ministro da Justiça, Sérgio Moro, abandonou entrevista coletiva nesta segunda-feira, 10, em Manaus. O motivo foram os questionamentos sobre sua relação com o procurador da República Deltan Dallagnol. Nesse domingo, 9, o site The Intercept Brasil revelou suposta influência de Moro, ainda quando juiz federal, na Operação Lava Jato que levou à prisão o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), em 2018.

LEIA: O que se sabe sobre a "colaboração proibida" entre Moro e Dallagnol

Na capital do Amazonas, o ministro se encontrou com secretários de Justiça de diversos estados brasileiros. Aos jornalistas, ele declarou ser “algo normal” sua relação com Dallagnol, que foi quem apresentou denúncia contra Lula. “Veja, os juízes conversam com procuradores, conversam com advogados, conversam com policiais. E isso é algo normal”, justificou.

Em seguida, Moro anunciou: “Senhores eu vim aqui para falar do Amazonas e se não tem pergunta a esse respeito eu encerro."

Em série de reportagens divulgadas nesse domingo, The Intercept aponta indícios de ligações entre o então juiz federal e o coordenador da Operação Lava Jato, Deltan Dallagnol. Os arquivos apresentados pelo site estão desde a articulação para barrar entrevistas de Lula até o grampo e vazamento de ligações feitas entre o petista e a então presidente Dilma Rousseff, em 2016.

O Povo