PUBLICIDADE
Notícias

Nova ministra alega que a família vai ser prioridade em seu ministério

Damares Alves assume o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos

22:36 | 02/01/2019

A pastora evangélica Damares Alves, responsável por comandar o Ministério denominado de Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, detalhou que a principal área de prioridade na pasta será a família, comunicando que vai ser à base da estruturação das políticas públicas do governo Jair Bolsonaro.

"O governo Bolsonaro vem com outra perspectiva, todas as políticas públicas neste país terão de ser construídas com base na família. A família vai ser considerada em todas as políticas públicas”, informou a ministra. 

[SAIBAMAIS]

Nesse tema de família, Damares se emocionou ao lembrar-se de sua filha, não presente no momento de sua posse, porque, segundo a ministra, as duas foram ameaçadas de morte.  Além disso, argumentou brevemente sobre o respeito a diversos modelos familiar. "Eu sou uma mulher sozinha com uma filha e nada vai tirar de nós esse vínculo. Nós somos uma família. E todas as configurações familiares serão respeitadas", contou.

Damares comentou que seu ministério será o "mais extraordinário e lindo da nova gestão" e informou no seu discurso ao assumir essa pasta que "o Estado é laico, mas esta ministra é terrivelmente cristã".

A ministra já possui uma polêmica em sua pasta. De acordo com Medida Provisória de n° 870/19, assinada pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) nesta terça, 1º, não possui nenhuma citação em relação à politicas públicas de apoio ou detalhamento voltadas para a população LGBT como políticas e diretrizes assegurando alguma direito, Secretaria ou Conselho Nacional, dentro do Ministério. Ela negou que as pautas LGBT vão perder espaço. 

 

TAGS