PUBLICIDADE
Notícias

Capitão Wagner não consegue adiar votação de projeto sobre segurança pessoal de RC

A matéria voltou para a comissão de Legislação, para que sejam analisadas as emendas apresentadas

16:09 | 20/03/2013

A matéria sobre a segurança pessoal do prefeito Roberto Cláudio (PSB) foi motivo de longo debate na manhã desta quarta-feira, 20, na Câmara Municipal, sobretudo após um parecer do vereador Capitão Wagner (PR), vice-presidente da Comissão de Segurança, ter sido rejeitado pela Mesa Diretora. No fim, a matéria voltou para a comissão de Legislação, para que sejam analisadas as emendas apresentadas.

Wagner pediu o prazo regimental de 10 sessões para analisar o projeto que prevê a possibilidade de convênios entre a Guarda Municipal e a Polícia Militar na segurança do prefeito. Porém, a resolução da comissão foi rejeitada pela Mesa Diretora.

A oposição disse que isso é uma manobra da oposição para evitar o debate da matéria, que tem provocado polêmica e agitado os bastidores da Casa. Na semana passada, Wagner já havia trazido o assunto à tribuna ao dizer que a segurança do prefeito já estava sendo feita por militares, antes de a Câmara aprovar o projeto nesse sentido.

O líder do governo, Evaldo Lima (PCdoB), afirmou que a oposição está tentando polemizar o assunto através de “discurso fácil”.

Marcos Robério

[email protected]

TAGS