Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Johnny Depp x Amber Heard: veredito será dado hoje, 31; relembre caso

Em processo de difamação, Johnny Depp x Amber Heard aguardam veredito sobre o caso. Entenda as alegações e veja alguns possíveis vereditos do júri no julgamento

Depp x Heard ao vivo: assista ao julgamento que deve acabar hoje, 31

Após seis semanas de julgamento, o júri do processo de difamação entre os atores Johnny Depp, de 58 anos, e Amber Heard, de 36, se reunirá novamente hoje, terça-feira, 31 de maio (31/05), com o objetivo de chegar a um veredito sobre o caso.

As deliberações, iniciadas na última sexta-feira, 27, estão sendo realizadas por sete jurados no condado de Fairfax, na Vírginia, nos Estados Unidos. 

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Ao longo do processo, iniciado em 11 de abril, diversas pessoas prestaram testemunho, dentre eles, guarda-costas, executivos de Hollywood, agentes, especialistas da indústria do entretenimento, psiquiatras, médicos, amigos e familiares.

Além disso, vídeos, áudios e conversas em aplicativos de mensagens foram expostas por ambos os atores, como forma de comprovar suas declarações e acusações.  

Johnny Depp e Amber Heard: o início do casal

Depp e Heard se conheceram em 2012 durante a gravação do filme "O Diário de Um Jornalista Bêbado". Após três anos, os atores decidiram oficializar a união por meio do casamento, em uma cerimônia descrita por Johnny como regada a drogas.

O matrimônio durou apenas 15 meses (2015/2016), no entanto, o curto período foi o suficiente para que uma série de polêmicas acerca do casamento viessem a ser expostas. 

Ao pedir o divórcio, em 2016, Amber também pediu uma medida protetiva contra o ex-marido, alegando violência doméstica, assédio e abuso emocional. No entanto, pouco tempo após o pedido, o ex-casal divulgou uma declaração conjunta onde afirmaram que o problema havia sido resolvido, e Amber desistiu das acusações como parte do acordo de divórcio.

Ela também recebeu US$ 7 milhões (aproximadamente R$ 35 milhões), no qual, prometeu doar uma metade ao Hospital Infantil de Los Angeles e a outra metade para a União Americana das Liberdades Civis (ACLU). Contudo, em 2019 a atriz informou a ACLU que não poderia doar o valor por completo devido a problemas financeiros.

Johnny Depp e Amber Heard: entenda o motivo do processo

Apesar da aparente trégua, Amber manifestou-se novamente em 2018, dessa vez, escrevendo um artigo de opinião no The Washington Post, relatando sua experiência como "figura pública alvo de violência doméstica". "Senti toda a força da ira que nossa cultura nutre pelas mulheres que se manifestam", escreveu. "Tive a oportunidade de ver, em tempo real, como as instituições protegem os homens acusados de abuso", declarou.

Ao saber do artigo, Depp decidiu processar a atriz, pedindo uma indenização de US$ 50 milhões (R$ 240 milhões). Amber não menciona o nome de Johnny Depp ou de qualquer outra pessoa, mas, segundo a defesa do ator, o artigo configura difamação e foi responsável por abalar a carreira dele e prejudicar "incalculavelmente" sua reputação.

O ator também abriu um processo contra o jornal britânico "The Sun", que publicou um artigo que se referia a ele como "espancador de esposa" em 2018. O astro de "Piratas do Caribe" e "Animais Fantásticos" perdeu seus respectivos papéis nos dois filmes. Depois de dois anos, Depp perdeu também os processos nos dois casos.

Amber, por sua vez, apresentou uma reconvenção — ou seja, processa Depp de volta — no dobro do valor, ou seja, US$ 100 milhões, o que equivale a cerca de R$ 481 milhões. A defesa do ator pediu o arquivamento do processo ao afirmar que as alegações da atriz eram "falsas e farsas". A juíza Penney Azcarate, responsável pelo tribunal, negou o pedido.

Johnny Depp e Amber Heard: possíveis veredito do júri

  • Depp ganha o processo e leva a indenização de US$ 50 milhões;
  • Depp ganha o processo e leva um valor menor do que o solicitado;
  • Heard ganha o processo e leva a indenização de US$ 100 milhões;
  • Heard ganha o processo e leva um valor menor do que o solicitado;
  • Nenhuma das partes recebe indenização;
  • As partes fecham um acordo extrajudicial.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar