Participamos do

EUA lançam programa para ajudar mulheres em El Salvador, Guatemala e Honduras

18:09 | Jan. 13, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

Os Estados Unidos lançaram nesta quinta-feira (13) um programa para ajudar as mulheres em El Salvador, Guatemala e Honduras, que atribuíram aos esforços do governo de Joe Biden para abordar as causas profundas da migração irregular para sua fronteira sul.

A Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID) convocou organizações americanas e estrangeiras com presença nestes três países centro-americanos para participar do "Desafio Mulher Próspera", anunciado em junho pela administradora Samantha Power durante sua visita a El Salvador.

A USAID disse esperar atribuir até 14 prêmios, cada um de 150.000 a 500.000 dólares, para propostas integrais e "de impacto" que promovam a segurança econômica, o emprego e/ou o empreendimento feminino.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

"As soluções devem eliminar as barreiras sistêmicas e a discriminação, buscar ambiciosamente a igualdade e a equidade para todas as pessoas e abordar intencionalmente as necessidades das mulheres e das meninas, em particular das populações marginalizadas e desassistidas, inclusive, entre outras, as mulheres e meninas indígenas e afrodescendentes", disse em um comunicado.

A USAID informou que a data limite para a apresentação de candidaturas foi estendida a 14 de fevereiro, devido ao "alto interesse" na iniciativa. As atribuições serão anunciadas e começarão a ser implementadas em abril.

Os Estados Unidos estão experimentando uma afluência maciça de imigrantes em sua fronteira sul, a maioria procedente do chamado Triângulo do Norte centro-americano, formado por El Salvador, Guatemala e Honduras.

ad/lda/mvv

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags