Participamos do

Fugitivo da máfia italiana é preso na Espanha após aparecer no Google Maps

Para se esconder da polícia ele se casou, mudou o nome para Manuel, trabalhava como chef e era dono de um loja que vendia frutas e vegetais.
21:24 | Jan. 06, 2022
Autor Antoyles Batista
Foto do autor
Antoyles Batista Repórter de Mídias Sociais
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Um chefe da máfia italiana que estava foragido há 20 anos foi encontrado pela polícia da Espanha, após ser fotografado e aparecer no Google Maps. Gioacchino Gammino, 61, foi preso no dia 17 de dezembro, mas os detalhes da captura foram revelados somente nesta quarta, 5. As informações são do jornal The Guadian.

Considerado um dos fugitivos mais procurados pela polícia italiana, Gioacchino vivia na cidade de Galapagar, que fica próxima da capital Madrid. Para se esconder das autoridades, ele se casou, mudou o nome para Manuel, trabalhava como chef de cozinha e era dono de um loja que vendia frutas e vegetais.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

O italiano, porém, só foi encontrado por causa de uma imagem do Google Streete View. A ferramenta de mapas do Google capturou a imagem de dois homem fora de uma loja de frutas chamada "El Huerto de Manu". A polícia então suspeitou que um dos homens fotografados era do criminoso.

"Não é como se passássemos nossos dias vasculhando o Google Maps para encontrar fugitivos", disse o promotor do caso, Francesco Lo Voi, que liderou as investigações. "Foram muitas e longas investigações anteriores, que nos levaram à Espanha. Estávamos em um bom caminho, com o Google Maps ajudando a confirmar nossas investigações"completou o investigador ao The Guardian.

O mafioso italiano era procurado por assatinato e outros crimes que envolvem a máfia que participava. "Como vocês me encontraram? Eu não liguei para minha família por 10 anos", teria dito Gammino.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags