Participamos do

Incêndio em escola deixa ao menos 26 crianças mortas no Níger

Causas do incêndio ainda não foram determinadas; além dos mortos, há 13 feridos
21:41 | Nov. 08, 2021
Autor AFP
Tipo Notícia

Pelo menos 26 crianças com idades entre cinco e seis anos morreram em um incêndio em uma escola em Maradi, no sul do Níger, nesta segunda-feira, 8, sete meses depois de um drama similar que deixou 20 mortos.

"No momento são 26 mortos e 13 feridos, quatro deles graves", disse à AFP o governador da região, Chaibou Aboubacar, acrescentando que as vítimas eram alunas do primeiro ano do ensino fundamental, "com entre cinco e seis anos".

"Não sabemos a origem do incêndio, uma investigação está sendo realizada para determiná-lo", acrescentou, anunciando um "período de luto de três dias na região de Maradi" a partir de terça-feira, 9. O incêndio começou nas salas de aula de palha e madeira, conhecidas como cabanas.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Em abril deste ano, 20 alunos com idades entre três e cinco anos morreram queimados em um incêndio em uma sala de aula semelhante em um bairro de classe trabalhadora de Niamey.

"Este trágico acontecimento enlutou novamente o povo do Níger, em geral, e a comunidade escolar do Níger, em particular", disse o governo do país africano em uma nota emitida nesta segunda-feira pela noite.

Por isso, a administração decidiu "proibir formalmente o uso de cabanas como centros de educação em todo o país".

No Níger, um dos países mais pobres do mundo, para remediar a falta de salas de aula, as autoridades estão construindo milhares de barracões de palha e madeira onde as crianças têm aulas, às vezes sentadas no chão.

Incêndios nessas salas de aula precárias e altamente inflamáveis são relativamente comuns, mas raramente causam vítimas.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags