Participamos do

Postos da Argentina limitam a 15 litros gasolina para brasileiros que cruzam fronteira

Medida foi adotada por conta do número elevado de brasileiros cruzando a fronteira para conseguir abastecer por um preço mais barato, uma vez que o combustível na Argentina se encontra pela metade do preço do Brasil
19:29 | Nov. 04, 2021
Autor Marília Serpa
Foto do autor
Marília Serpa Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Postos de combustíveis em Porto Iguaçu, na Argentina, estão limitando a quantidade de abastecimento nas bombas para estrangeiros. Por conta do número elevado de brasileiros cruzando a fronteira para conseguir abastecer por um preço mais barato, a medida foi adotada nesta quinta-feira, 4. O acesso ao país é feito por meio da Ponte Tancredo Neves, por Foz do Iguaçu, localizada no Oeste do Paraná.

Com o preço do combustível sendo ofertado pela metade do preço na Argentina, alguns postos ficaram desabastecidos pela alta procura de brasileiros e paraguaios. Por isso, segundo informações do G1, o país estabeleceu a cota de 15 litros de combustível para veículos estrangeiros que abastecem em Porto Iguaçu, cidade com cerca de 80 mil habitantes.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Além do limite de combustível por pessoa estrangeira, os postos têm feito filas exclusivas para moradores e estrangeiros de forma a organizar melhor o atendimento ofertado. O litro da gasolina super, correspondente à aditivada no Brasil, em alguns postos da Argentina procurados por brasileiros está custando em média R$ 3,20 nesta quinta-feira, 4.

Para cruzar a fronteira é necessário, por meio de determinação da Polícia Federal (PF), que os brasileiros registrem saída do País. Na aduana argentina, ainda, são feitas algumas exigências como documentos pessoais, comprovação de vacinação completa há pelo menos 14 dias e um teste negativo de Covid-19, válidos para quem vai para além da cidade de Porto do Iguaçu.

No Brasil, a gasolina acumula alta de 73,4% em 2021, já tendo apresentado 11 aumentos de janeiro até agora. A espera nas filas do posto e da aduana pode passar de quatro horas, mas, ainda assim, os brasileiros preferem esperar para conseguir obter combustível mais barato.

Tenha acesso a todos os colunistas. Assine O POVO+ clicando aqui

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags