PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Monte Everest "cresce" após acordo entre China e Nepal

A altura estabelecida para a maior montanha do mundo, que fica entre os dois países, foi revelada em uma entrevista coletiva conjunta nesta terça-feira em Katmandu: 8.848,86 metros.

09:04 | 08/12/2020
Membro da equipe captura dados com um receptor do Sistema Global de Navegação por Satélite (GNSS) durante as medições de altura do Monte Everest (Foto: AFP)
Membro da equipe captura dados com um receptor do Sistema Global de Navegação por Satélite (GNSS) durante as medições de altura do Monte Everest (Foto: AFP)

O monte Everest, a maior montanha do mundo, teve sua altura revisada nesta terça-feira, 8, depois de um acordo entre China e Nepal sobre o tema, após décadas de debate.

 

A altura estabelecida para a maior montanha do mundo, que fica entre os dois países, foi revelada em uma entrevista coletiva conjunta nesta terça-feira em Katmandu: 8.848,86 metros.

 

O Everest ganha assim 86 centímetros em relação à medida previamente reconhecida pelo Nepal e mais de quatro metros na comparação com a altura divulgada anteriormente pela China.

 

A diferença era motivada pelo fato de que a China media a base rochosa da monte e não sua camada de neve, que agora é levada em consideração.

 

O Nepal decidiu realizar seu primeiro estudo por conta própria após receber informações que sugeriam que os movimentos das placas tectônicas, incluindo um forte terremoto em 2015, poderiam ter alterado sua altura.