PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Ex-funcionário é preso suspeito de colocar lâminas em pizzas, nos EUA

A rede de supermercados em que a massa era vendida anunciou um recall dos produtos

18:03 | 13/10/2020
Mitchell é ex-funcionário da pizzaria It’ll Be Pizza, uma das responsáveis por produzir as massas da Portland Pie (Foto: Divulgação/Polícia de Saco)
Mitchell é ex-funcionário da pizzaria It’ll Be Pizza, uma das responsáveis por produzir as massas da Portland Pie (Foto: Divulgação/Polícia de Saco)

O norte-americano Nicholas Mitchell foi preso no domingo, 11, suspeito de ter colocado lâminas de barbear na massas de pizza da marca Portland Pie, vendidas em supermercados nos Estados Unidos. De acordo com a polícia da cidade de Saco, no estado de Maine, um cliente de um supermercado local encontrou os objetos cortantes no prato.

Mitchell é ex-funcionário da pizzaria It’ll Be Pizza, uma das responsáveis por produzir as massas da Portland Pie. Após a denúncia do cliente, no dia 6 de outubro, a polícia divulgou imagens do procurado, que foi preso cinco dias depois em New Hampshire, estado vizinho. As informações são da rede de TV KTVU, afiliada à Fox.

Durante as investigações, foram encontradas imagens das câmeras de segurança em que o suspeito é visto adulterando as massas ao adicionar as lâminas. Diante da situação, a rede de supermercados Hannaford, onde foi comprada a massa denunciada pelo cliente, anunciou um recall de todos os itens da marca em cinco estados, inclusive Nova York.

Segundo as instruções do recall, ninguém deve comer massas ou queijos da Portland Pie que tenham sido fabricados entre agosto e outubro. Os clientes deverão receber um reembolso, segundo a BBC. Nicholas Mitchell deve se apresentar à Justiça já nesta terça-feira, 13.