PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Obama declara apoio a Joe Biden, adversário de Trump nas eleições de novembro

Anúncio foi feito em um vídeo divulgado no Twitter. Biden foi vice-presidente na gestão de Obama e será o adversário do atual presidente Donald Trump

14:31 | 14/04/2020
Filadélfia, 10 de março de 2020: O candidato presidencial democrata e ex-vice-presidente, Joe Biden discursa na mídia e em um pequeno grupo de apoiadores com sua esposa, Jill Biden, durante um evento primário da noite. (Foto: Mark Makela / AFP)
Filadélfia, 10 de março de 2020: O candidato presidencial democrata e ex-vice-presidente, Joe Biden discursa na mídia e em um pequeno grupo de apoiadores com sua esposa, Jill Biden, durante um evento primário da noite. (Foto: Mark Makela / AFP) (Foto: Mark Makela / AFP)

O ex-presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, declarou apoio ao atual candidato do Partido Democrata ao cargo, Joe Biden. Anúncio foi feito em um vídeo divulgado no Twitter no qual o ex-presidente também deixou mensagem sobre o coronavírus. Biden foi vice-presidente na gestão de Obama e será o adversário do atual presidente Donald Trump, nas eleições marcadas, inicialmente, para novembro próximo.

"Escolher Joe como o meu vice-presidente foi uma das melhores coisas que eu já fiz, e ele se tornou um amigo querido. Eu acredito que ele tem todas as qualidades que precisamos em um presidente neste momento", declarou Obama na gravação, lembrando que enquanto era vice-presidente Biden lutou por políticas que beneficiassem os mais pobres e a classe média enquanto o país se recuperava da recessão econômica.

Na última segunda-feira, o senador Bernie Sanders, ex-adversário de Biden pelo direito de enfrentar Trump nas eleições, anunciou apoio ao colega de partido. Durante participação em uma transmissão de Biden via internet, Sanders disse que é hora de unir esforços para derrotar Trump.

Biden começou mal a corrida pela nomeação Democrata, mas viu sua sorte mudar após vitória nas prévias da Carolina do Sul, que posteriormente lhe garantiu vitória nas prévias de outros 10 estados na chamada Super Terça. Ele só deve ser oficializado como candidato do partido na Convenção, remarcada para agosto por conta do coronavírus.