PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Equador declara emergência em Galápagos por vazamento de diesel

O acidente, que deixou um ferido, aconteceu em um porto da ilha San Cristóbal, após o colapso de uma grua quando carregava um contêiner no barco

00:00 | 22/12/2019

O Equador ativou, neste domingo, 22, protocolos de emergência para reduzir o risco ambiental de um derramamento de combustível nas ilhas Galápagos, Patrimônio Natural da Humanidade, após o naufrágio de uma embarcação de transporte com 600 galões de diesel - anunciaram as autoridades.

"Observa-se o derramamento de combustível. A tripulação da embarcação se lança ao mar para salvar suas vidas", anunciou o serviço de segurança ECU 911 das ilhas, um dos ecossistemas mais frágeis do planeta.

O acidente, que deixou um ferido, aconteceu em um porto da ilha San Cristóbal, após o colapso de uma grua quando carregava um contêiner no barco. A queda do recipiente de carga desestabilizou a embarcação, que foi a pique.

Pessoal militar e ambientalistas "colocam barreiras de contenção e panos absorventes para reduzir o risco ambiental pelo naufrágio da embarcação 'Orca', com 600 galões de diesel armazenados", anunciou em sua conta no Twitter o Parque Nacional Galápagos (PNG), responsável pelo cuidado dessa reserva natural.

Unidades da Marinha do Equador, da Polícia Nacional e do PNG coordenam ações para conter e avaliar danos ambientais, acrescentou o governo local.

"Implementamos ações imediatas para reduzir o risco ambiental", declarou o ministro equatoriano do Meio Ambiente, Raúl Ledesma, que disse ter determinado que "se tomem as medidas de contingência necessárias para superar este episódio infeliz".

O arquipélago de Galápagos tem seu nome pelas raras tartarugas gigantes que habitam no Pacífico equatoriano e são parte da reserva da biosfera onde o inglês Charles Darwin desenvolveu sua teoria sobre a evolução das espécies.