PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Coca-Cola e Hard Rock Café fazem parceria global

A parceria teve início através de negociações feitas para o Hard Rock Café Fortaleza, que já opera com a marca desde sua abertura.

22:20 | 21/12/2019
A empresa Hard Rock tem unidades em 72 países
A empresa Hard Rock tem unidades em 72 países (Foto: Divulgação/Assessoria Hard Rock Café Fortaleza)

A partir de 2020, a The Coca-Cola Company, responsável pelo refrigerante Coca-Cola e outros produtos, terá parceria exclusiva com Hard Rock Café. A marca estará em todas as unidades do Hard Rock Café no Mundo, quem tem unidades em 72 países. A parceria teve início através de negociações feitas para o Hard Rock Café Fortaleza, que já opera com a marca desde sua abertura.

O comportamento do consumidor brasileiro foi estudado, apresentando as preferências dos brasileiros em consumir produtos da The Coca Cola Company, além de cervejas, principalmente da marca Heineken. Junto com questões de abastecimento e logística operacional, foram apresentadas por Samuel Sicchierolli, presidente da VCI SA à matriz da empresa, nos Estados Unidos, que iniciou pesquisas em outros países, o que resultou na decisão. Stephen K. Judge, presidente de operações de café da Hard Rock International, afirma que a escolha será positiva para as duas marcas. "A parceria do Hard Rock com a The Coca-Cola Company proporcionará uma oportunidade significativa para aprimorar nossa plataforma de bebidas e acelerar o crescimento de ambas as marcas em nossas unidades de café em todo o mundo."

A VCI SA é a empresa responsável pelo investimento no Hard Rock Café Fortaleza e Hard Rock Hotel em Fortaleza, Ilha do Sol e São Paulo, além da incorporação da marca Hard Rock no Brasil. É responsável também pelas iniciativas de parceria com a The Coca Cola Company. “Se 87% dos clientes preferem Coca e 80% preferem Heineken, não fazia sentido um estabelecimento de primeira linha operar com outras marcas de refrigerante e cerveja, além disso se vendemos em média 700 chops e 1500 refrigerantes por dia, ter o produto e não ter ruptura é fundamental”, afirma Samuel.