PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Empresa vai pagar R$ 150 mil por ano para funcionário degustar maconha

O "sommelier" terá que fumar vários tipos da erva todos os dias, além de fazer análises sobre o produto

18:02 | 27/11/2019

Nos Estados Unidos, mais de 20 estados já liberaram o uso para fins medicinais e recreativos da planta.
Nos Estados Unidos, mais de 20 estados já liberaram o uso para fins medicinais e recreativos da planta. (Foto: (Foto: Agência Brasil))

A revista online American Marijuana está em busca de uma pessoa confiável para que ela possa ser "sommelier" de maconha durante um ano. Ao todo, durante o período de vigência da contratação, a pessoa selecionada irá receber o montante de US$ 36 mil dólares, equivalente a R$ 150 mil.

"Este trabalho é 100% real e importante. Inclui mais do que apenas ser pago para fumar maconha", apontou o site. É esperado que o candidato tenha amplo conhecimento acerca da erva, além de ter mais de 18 anos.

Para se candidatar à vaga, é preciso enviar um currículo e um vídeo de perfil com 60 segundos falando sobre o conhecimento da maconha. Há também um questionário onde a empresa pede para o candidato listar pelo menos seis gírias que envolvem a erva.

Ele irá testar o produto todos os dias e fará análises acerca da qualidade da maconha. Interessados precisam morar nos Estados Unidos ou no Canadá e em estados onde a erva é legalizada. Serão testados vários tipos.

Nos Estados Unidos, mais de 20 estados já liberaram o uso para fins medicinais e recreativos da planta. Vapes, Cepas de ervas daninhas, comestíveis, óleos canabidiol (CBD) estão entre os artigos que serão testados.