PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Informante que motivou pedido de impeachment de Trump responderá a perguntas

14:20 | 03/11/2019
O advogado do informante que alertou sobre a pressão do presidente americano, Donald Trump, para que o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenski, investigasse o democrata Joe Biden, afirmou que seu cliente está disposto a responder perguntas enviados por escrito pelos representantes republicanos.
Mark Zaid, responsável por defender o informante, disse em sua conta no Twitter que sua equipe ofereceu a Devin Nunes, deputado republicano que faz parte da Comissão de Inteligência da Câmara dos Representantes, a possibilidade de enviar as perguntas. A oferta acontece no momento em que Trump demanda a revelação da identidade do denunciante.
"Mesmo com a política de longa data da Comissão Permanente de Inteligência de proteger informantes, especialmente o anonimato, o Partido Republicano vem tentando expor a identidade de nosso cliente, o que ameaçaria sua segurança, assim como a de sua família", escreveu Zaid.
O advogado afirmou que ofereceu aos membros republicanos da Comissão a oportunidade de fazer perguntas que o informante responderia por escrito, "sob juramento e passível de penalidade por perjúrio". Segundo ele, se as questões tratarem de aspectos da identidade do informante, não serão respondidas.
Em julho, Trump pressionou Zelenski para investigar atividades de Joe Biden, potencial adversário nas eleições de 2020, na Ucrânia. A revelação do conteúdo da ligação através do informante anônimo provocou o pedido de impeachment do presidente americano. A formalização do inquérito foi aprovada na quinta-feira, 31, o que leva à fase de depoimentos das testemunhas.