PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Série de explosões enigmáticas na Dinamarca

00:05 | 11/08/2019
Em Copenhague, delegacia de polícia é danificada na segunda explosão em intervalo de poucos dias. Polícia desconhece as razões e procura um homem de sapatos brancos.Uma explosão de origem desconhecida e que não causou feridos atingiu na madrugada deste sábado (10/08) uma delegacia de polícia em Copenhague, três dias depois de um ataque similar à agência da receita fiscal da capital dinamarquesa. A explosão danificou a fachada do edifício situado no bairro de Nörrebro, na zona noroeste da capital, informaram os policiais, que procuram um homem vestido com roupas pretas e sapatos brancos, visto por várias testemunhas saindo correndo da área pouco depois da explosão. "Não foi um acidente, foi um ato deliberado", disse o chefe de polícia de Copenhague, Jorgen Bergen Skov, acrescentando que a investigação ainda está em andamento e que, até agora, no entanto, nada indica uma motivação terrorista. Além disso, ainda é cedo para dizer se existe uma conexão com outras explosões, ressaltou. Na explosão à agência fiscal na noite da última terça-feira em Copenhague, a fachada do edifício ficou seriamente danificada. Vidraças foram quebradas, partes do revestimento foram arrancadas, uma pessoa ficou levemente ferida, disse a polícia, que também presume um ataque deliberado. Dois trabalhadores encontravam-se no interior do edifício quando ocorreu a explosão, mas não ficaram feridos, no entanto, uma pessoa que passava pelo local foi atingida por fragmentos da fachada e teve de receber assistência médica. A polícia dinamarquesa ainda não conseguiu averiguar quem está por detrás da explosão anterior, mas informou que foi usado um explosivo de tipo industrial. "Consideramos o ocorrido um delito grave e um ato deliberado. Desconhecemos os autores e o motivo. Temos destinado muitos recursos. Não podemos dizer mais nada, mas quero sublinhar que não se trata de uma casualidade", disse na quinta-feira a primeira-ministra dinamarquesa, Mette Frederiksen. A chefe do governo falou em "ataque à segurança" do país, apesar de rejeitar especular sobre a sua motivação. Na noite de quarta-feira, houve uma explosão em frente à prefeitura da cidade sueca de Landskrona, que fica a cerca de uma hora de carro de Copenhague. Várias janelas do prédio também foram danificadas, ninguém ficou ferido. Supõe-se que se trata de ato criminoso, disse a polícia. CA/lusa/dpa/afp/dw ______________ A Deutsche Welle é a emissora internacional da Alemanha e produz jornalismo independente em 30 idiomas. Siga-nos no Facebook | Twitter | YouTube | App | Instagram | Newsletter
TAGS