PUBLICIDADE
Mundo
NOTÍCIA

Há 50 anos, astronautas realizavam o primeiro teste do módulo lunar

A Apollo 11 foi a primeira missão de pouso lunar dos Estados Unidos. O início da fantástica missão espacial foi assistido por mais de um milhão de norte-americanos

21:20 | 18/07/2019
Aldrin retira equipamentos do módulo lunar durante atividade extra-veicular na Lua
Aldrin retira equipamentos do módulo lunar durante atividade extra-veicular na Lua(Foto: Nasa)

Em 18 de julho de 1969, ao mesmo tempo em que os astronautas Neil Armstrong, Edwin Aldrin e Michael Collins continuavam se aprofundando no vazio do espaço em direção à Lua, os funcionários do controle da missão, no Centro Espacial de Houston, revelariam que o primeiro passo de um ser humano na Lua podia ocorrer até três horas antes do momento previsto.

Na época, os exploradores teriam um dia relativamente tranquilo a bordo da nave que os conduzia para a façanha do século XX. A atividade principal daquele dia seria realizada à noite, quando Armstrong e Aldrin deveriam passar da cabine de comando da Apollo 11 para o Módulo Lunar - LEM -, através de um estreito túnel tal como já tinham feito dois dos tripulantes dos voos da Apollo 9 e Apollo 10.

Durante duas horas, Aldrin e Armstrong permaneceriam no interior do LEM, para certificar de que tudo estava funcionando normalmente com o complexo sistema do veículo de exploração lunar. Eles deveriam se concentrar, principalmente, na averiguação de que tinha ou não surgido algum defeito em consequência do violento impacto da partida, quando foi acionado o foguete Saturno-5.

Caso tivesse alguma falha significativa, que não poderia ser corrigida com os meios que tinham a bordo, seriam obrigados a cancelar seus planos de pisarem na Lua. Mas, era remota a possibilidade de que isto tivesse ocorrido, segundo manifestaram na época os técnicos da Nasa.

No dia seguinte, em 19 de julho de 1969, no período da tarde, Armstrong, Aldrin e Collins ingressariam em órbita da Lua. No dia posterior, os dois primeiros chegariam à superfície lunar. Na nave-mãe, permaneceria apenas Michael Collins, num voo solitário em torno da Lua, à espera de que seus companheiros de jornada retornassem em paz da difícil missão.

 

O Povo