"Point" nas férias, duna da Sabiaguaba tem tráfego irregular de veículos

Fortalezenses e turistas formam multidão que sobe a duna para apreciar pôr do sol e praticar esportes como skibunda, mas falta de fiscalização resulta em trânsito proibido de carros na área de proteção ambiental. Movimento também tem sido registrado durante a semana devido às férias, segundo ambulantes

Região que concentra um dos mais preservados biomas e ecossistemas do Ceará, com praia, mangue e dunas, a Sabiaguaba é uma opção de lazer para as férias e tem registrado maior movimento de fortalezenses e turistas nesse período, inclusive durante a semana.

Após o banho de mar e o almoço no Complexo Ambiental e Gastronômico, a atração principal para as famílias que buscam natureza e diversão é a duna da Sabiaguaba, onde uma multidão se forma para apreciar o pôr do sol e praticar esportes como o skibunda depois de encarar a subida íngreme.

Na tarde deste domingo, 23, não foi diferente: o casal de turistas Flávio Dias, 32, e Ionara Carvalho, 30, do Piauí, fez exatamente esse trajeto e ficou impressionado com a quantidade de pessoas que escolheram o passeio também.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

“A gente já sabia que era um ponto conhecido, mas lá de baixo não dava para ver que tinha tanta gente. É muito bom pela experiência, mesmo com a subida cansativa, mas também penso na questão ambiental por conta desse movimento”, diz a auxiliar de saúde bucal.

LEIA TAMBÉM | Dunas da Sabiaguaba: tamanho pode diminuir devido a degradação

Há uma movimentação intensa, inclusive, de veículos como carros e motos que trafegam irregularmente pela duna, que pertence a uma área de proteção ambiental (APA). Além dos prejuízos ao meio ambiente, a prática, que é proibida, oferece riscos aos transeuntes que desenvolvem atividades no local.

 

É o que explica o instrutor de sandboard, Zé Roberto: “Tem muitas crianças pequenas, e como o movimento, que já é grande, ficou maior agora nas férias, a gente precisa ficar gritando para alertar. Como não tem fiscalização, que é uma coisa que a gente vem solicitando, os caras passam e ainda em alta velocidade para se mostrar”.

Equipe do O POVO flagrou alguns carros que trafegavam irregularmente pela duna da Sabiaguaba durante a reportagem
Equipe do O POVO flagrou alguns carros que trafegavam irregularmente pela duna da Sabiaguaba durante a reportagem Crédito: Karyne Lane/O POVO

De acordo com o vendedor ambulante Raí Lima, que comercializa água na duna há 4 anos, “quando começa a descer o sol, o pessoal já vem, já começa a subir. Muitos já vêm direto do Complexo, que é quase em frente. A vista é muito bonita, tem gente que vem gravar com drone, outros ficam até escurecer pra fazer luau, tem muita gente que traz as crianças pra brincar, fazer atividade física”.

Com venda de comidas e bebidas, os quiosques do Complexo Ambiental e Gastronômico da Sabiaguaba também estiveram movimentados durante o fim de semana, principalmente por famílias com crianças. A nutricionista Isabella Andrade levou o filho Enzo, 9, para tomar banho nesse trecho, que considera menos perigoso.

 

 

LEIA MAIS | Complexo da Sabiaguaba valoriza culinária regional, do mar e do mangue

“Ele fez amizade com outras crianças e nem quis saber da água, ficou jogando bola a tarde toda. Mas eu gosto de vir pra esse lado porque acho mais tranquilo, antes costumava ficar em um canto que a correnteza puxava muito forte e eu ficava preocupada de levar ele”, conta.

Segundo o soldado Marcondes, do Corpo de Bombeiros, que fazia a guarda dos banhistas, nenhuma ocorrência foi registrada no local. “Nessa parte realmente é mais tranquilo, é mais difícil a gente ter afogamentos. No Caça e Pesca é que constantemente tem resgates e afogamentos, devido à correnteza. Aqui nós fizemos o acompanhamento desde manhã e felizmente não tivemos nenhum acidente”, comenta.

Até R$ 4.050: Detran e Agefis preveem multas por circulação em dunas

A responsabilidade da fiscalização nas dunas é da Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis), que prevê multas de até R$ 4.050,00 aos condutores autuados, já que a prática é considerada degradação ambiental de acordo com o Plano de Manejo da Sabiaguaba, e é tipificada como infração gravíssima pelo Código da Cidade (Lei Complementar Nº 270/2019).

“A região das dunas da Sabiaguaba, além de representar um ambiente com dinâmica ambiental frágil, abriga sítios arqueológicos e ecossistemas importantes para a manutenção da biodiversidade”, afirma, em nota, a Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma).

“Ao trafegar no local, os veículos prejudicam os fluxos geoecológicos das dunas móveis, impactando sua morfologia e processos sedimentológicos, além de atingir diretamente a flora e a fauna, sobretudo nos pontos de nidificação de aves e outros animais”, diz a pasta.

A Secretaria reitera, ainda, que o Decreto Municipal N° 11987, de 2006, versa sobre a proibição do tráfego de veículos na área e placas informativas instaladas pela Prefeitura Municipal de Fortaleza, bem como blitz educativas na região, reforçam o combate a essa problemática.

A fiscalização do tráfego irregular de veículos na faixa de areia das praias do Estado, parte que é frequentada por banhistas e demais pedestres, é de responsabilidade do Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

Em nota, o órgão orienta “aos turistas e frequentadores de praias, que busquem sempre empresas devidamente credenciadas para realizar passeios de buggy, em trechos devidamente permitidos, que não ofereçam riscos aos pedestres, e utilizem sempre o cinto de segurança”.

O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) ainda prevê multa pelo trânsito em locais e horários não permitidos para todos os tipos de veículos, conforme o Detran. A multa é de R$ 130,16 e 4 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). (Colaborou Gabriel Damasceno)

Atualizada às 16h45min

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

duna da sabiaguaba dunas da sabiaguaba por do sol da sabiaguaba skibunda sabiaguaba trafego irregular veiculos sabiaguaba complexo ambiental e gastronomico da sabiaguaba preservacao ambiental sabiaguaba movimento fim de semana sabiaguaba sabiaguaba point ferias

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar