Participamos do

Restauro da estátua de Iracema Guardiã depende do aval da família do escultor

Prazo para entrega da obra será informado após contratação da equipe que realizará o restauro

A Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) informou nessa quarta-feira, 12, que aguarda a autorização da família do artista Zenon Barreto para dar início aos trabalhos de restauro da estátua de Iracema Guardiã. A obra, localizada no calçadão da Beira Mar, na altura da Praia de Iracema, desabou de sua base na última segunda-feira, 3.

"No momento, aguardamos resposta da família do artista Zenon Barreto (autor da obra original), que está na Bulgária, para que as diretrizes do restauro estejam alinhadas entre os familiares e a Coordenadoria de Patrimônio Histórico e Cultural da Secultfor (CPHC)", explicou a Secultfor.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

A Iracema Gurdiã foi inaugurada em 1996 e é de autoria do artista sobralense Zenon da Cunha Mendes Barreto, sendo seu último trabalho. A escultura é feita em fibra de vidro, com dimensão de 0,80 x 3,70 x 1,85m (obra) e 2,35 x 2,00 x 3,65 (base).

Confira registros da estátua após a queda:

De acordo com a Secretaria, a obra foi avaliada e analisada por técnicos da Coordenadoria de Patrimônio Histórico e Cultural. A obra passará por um processo minucioso de restauro, "trabalho que demanda estudo aprimorado das técnicas, materiais e métodos empregados em seus processos", informou a pasta.

A Secultfor ainda comunicou que um prazo para entrega da obra será informado à população após a contratação da equipe que executará os trabalhos.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar