Participamos do

Operação da Polícia Civil cumpre mandado contra suspeito de executar irmãs em julho de 2021

É a terceira fase da Operação Atroz e entre os alvos está o homem suspeito de executar duas irmãs por elas se relacionarem com integrantes de outra facção
11:36 | Abr. 07, 2022
Autor O POVO
Foto do autor
O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Com o objetivo de desarticular organizações criminosas atuantes em Caucaia, a Polícia Civil deflagrou a 3ª fase de da "Operação Atroz" nesta quinta-feira, 7. Foram realizadas quatro prisões em flagrante, quatro prisões preventivas e apreendidos duas armas de fogo, dois simulacros, nove celulares e R$ 20 mil. Um dos presos está o homem apontado como mandante e um dos executores de um duplo homicídio contra duas irmãs, em julho de 2021, em Caucaia. 

De acordo com as investigações, o alvo, identificado como Jurandir Oliveira Campos Filho, o "Didi", manteve relações com as duas irmãos e decidiu se vingar após as mulheres se relacionarem com homens que faziam parte de uma facção rival. No total, 80 policiais participaram da operação desta quinta. A Operação Atroz, que é desenvolvida desde o ano passado, 32 pessoas já foram presas.

A primeira fase da Operação, em setembro de de 2021, que resultou na prisão de 14 pessoas. Os alvos, na época, pertenciam a organizações criminosas atuantes em Fortaleza e em Pentecoste.  Na ofensiva foram apreendidos drogas, cartões de créditos e dinheiro. O intuito do trabalho policial é desarticular grupos criminosos responsáveis por homicídios e ameaças contra moradores na região. Na segunda fase, em também no ano passado, dez pessoas foram capturadas em Caucaia.  

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

De acordo com a Polícia, o dinheiro apreendido seria fruto do tráfico de drogas. Através de mandado judicial também foi feito bloqueio de contas dos criminosos capturados nesta quinta-feira, 7. A PC solicitou à Justiça que todos valores existentes nas contas desses indivíduos sejam retirados, uma vez que seriam provenientes do tráfico de Drogas. A Polícia afirma que essas contas seriam usadas para lavagem de dinheiro.

Alvos presos na terceira fase

 

Os outros alvos da ação policial são: Vandernilson Araújo Pereira (27), com passagens por porte ilegal de arma de fogo; Wender Carlos Bezerra, vulgo “Babau”, com antecedentes criminais por tráfico de drogas; Anderson Lima Costa (27), com passagens por roubo, além de Raimundo Moreira de Menezes (57), Aldenor Paixão de Menezes Neto (21), Vinícius Almeida Menezes (21), pai e filhos, respectivamente, e José Orlando Gomes do Nascimento (34). Estes últimos sem antecedentes criminais.

 

Com informações de Danrley Pascoal

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar