Participamos do

Dois homens são presos por porte ilegal de armas de fogo de uso restrito na Paupina

Foram recolhidas e apreendidas duas pistolas calibre .40 com numeração suprimida e 20 munições do mesmo calibre
12:54 | Jan. 05, 2022
Autor Redação O POVO
Foto do autor
Redação O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Dois homens foram presos em flagrante por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito, no bairro Paupina, na Grande Messejana. A ação ocorreu na tarde dessa terça-feira, 4, quando a Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops), da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), recebeu denúncias de que os sujeitos estavam armados e prontos para cometer um homicídio. 

As prisões ficaram a cargo de policiais militares do Comando Tático Motorizado (Cotam), da Polícia Militar do Ceará (PMCE). Os agentes realizavam patrulhamento no bairro e foram acionados pelo Ciops. Ao chegarem ao endereço dos criminosos, a equipe deparou-se com uma residência com o portão aberto. Ao realizar vistoria na casa, os policiais encontraram dois homens, os quais estavam jogando as armas em um dos dormitórios do imóvel e tentando efetuar fuga pela janela, sem sucesso.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Foram recolhidas e apreendidas duas pistolas .40 com numeração suprimida e 20 munições do mesmo calibre. A dupla foi identificada como: Francisco André da Silva Oliveira, 24 anos, com passagem por tráfico ilícito de drogas; e David William de Oliveira da Silva, 18 anos, que já respondeu a dois atos infracionais análogos a crimes de tráfico de drogas, quando adolescente.

Os homens foram conduzidos ao 35º Distrito Policial (DP), unidade da Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE), onde foram autuados em flagrante por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito.


Denúncias

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ou para o (85) 3101 0181, que é o número de WhatsApp, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem, áudio, vídeo e fotografia.


As denúncias podem ser encaminhadas também para o telefone (85) 3101 4429, do 35º DP. O sigilo e o anonimato são garantidos.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags