Participamos do

Cerco policial captura três foragidos e apreende drogas e pássaros silvestres em Messejana

Operação Guaridas levou 200 profissionais da Segurança para as ruas da Grande Messejana entre quinta, 2, e sexta-feira, 3
21:41 | Dez. 04, 2021
Autor Luciano Cesário
Foto do autor
Luciano Cesário Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

Após 48 horas de atividades ininterruptas, a operação Guaridas foi encerrada na noite dessa sexta-feira, 3, na região da Grande Messejana, em Fortaleza. Desenvolvida pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), a ofensiva concentrou esforços no combate à criminalidade e teve como objetivo garantir mais sensação de segurança aos moradores da localidade. De quinta-feira, 2, até ontem, ao menos três foragidos da Justiça acusados de crimes como tráfico de drogas e homicídio foram capturados durante a ação.

Logo no primeiro dia da operação, as forças de Segurança conseguiram prender o traficante Daniel Targino de Oliveira, 45, que já possui passagens pela Polícia por homicídio doloso, associação criminosa, posse ou porte ilegal de arma de fogo, roubos e furtos, além de receptação e adulteração de veículos.

Segundo a SSPDS, ao menos 200 profissionais da Segurança Pública estiveram envolvidos no trabalho ostensivo, que foi desenvolvido em parceria pelas Polícias Civil (PC-CE) e Militar do Ceará (PMCE), Corpo de Bombeiros (CBMCE), Perícia Forense (Pefoce), Coordenadoria de Inteligência (Coin), da SSPDS, Superintendência de Pesquisa e Estratégia de Segurança Pública (Supesp), além da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP).

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Durante a operação, os policiais também realizaram apreensões de quatro pássaros silvestres (duas golinhas, um bigodeiro e um primavera) e aproximadamente 12 gramas de crack e cocaína em um imóvel abandonado. Ainda houve abordagem a cerca de 52 veículos, dos quais 14 foram autuados por desrespeito às normas do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Ainda durante a ofensiva, o Corpo de Bombeiros, com apoio dos policiais, realizou ao menos seis vistorias técnicas em seis estabelecimentos comerciais, que resultaram num total de três notificações por irregularidades estruturais detectadas nos imóveis. Houve também fiscalizações focadas em pessoas monitoradas com tornozeleiras eletrônicas. Contudo, nenhuma irregularidade foi detectada.

De acordo com o secretário executivo da SSPDS, Samuel Elânio, a operação deve ter novas etapas nos próximos dias. O trabalho será realizado de forma permanente nos locais com maior incidência de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) e Crimes Contra o Patrimônio (CVP). “Nosso intuito é levar mais tranquilidade, até como o próprio nome da operação diz, no sentido de acolher esses moradores. Esse trabalho será realizado por tempo indeterminado em todos os locais em que entendamos que seja necessário esse tipo de atuação da Secretaria”, ressaltou o secretário.

Colunistas sempre disponíveis e acessos ilimitados. Assine O POVO+ clicando aqui.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags