Participamos do

Polícia Civil investiga motociclista que arrastou cachorro em veículo

O cachorro era arrastado pelo motociclista e apresentou ferimentos nas patas
08:23 | Nov. 08, 2021
Autor Redação O POVO
Foto do autor
Redação O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A Polícia Civil do Ceará, por meio da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA), investiga o caso de maus tratos envolvendo um cachorro na Vila Manoel Sátiro, em Fortaleza, no sábado, 6, dia  "D" de vacinação contra raiva.

Um homem foi flagrado por moradores levando o cachorro para a vacinação e o animal era arrastado por uma motocicleta, o que ocasionou ferimentos nas patas do cão. 

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Moradores registraram a ação criminosa por meio de imagens. O homem foi chamado atenção e obrigado, pela própria população, a deixar a motocicleta no local. Depois da vacinação, ele voltou ao lugar para buscar o veículo. De acordo com a Polícia Civil, o vídeo auxilia a Polícia Civil para reunir indícios da investigação.

LEIA MAIS

Onça capturada e morta no Ceará era de espécie rara no Nordeste

Onça é morta no interior do Ceará; Polícia Civil investiga crime ambiental

o artigo 32 da Lei de Crimes Ambientais (Lei 9.605/1998) considera crime “praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos”. Em setembro do ano passado, houve alteração na lei aumentando a punição para quem maltrata cães e gatos. A pena para quem for condenado pelo crime é de reclusão de dois a cinco anos, além de pagamento de multa e proibição da guarda do animal.


A Polícia Civil alertou sobre a necessidade do registro do Boletim de Ocorrência (BO), que pode ser feito nas unidades da Polícia Civil ou na delegacia eletrônica, pelo site www.delegaciaeletronica.ce.gov.br, em qualquer horário do dia ou da noite e em todo o Ceará.

Conteúdo sempre disponível e acessos ilimitados. Assine O POVO+ clicando aqui.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags