PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Uber começa a testar filmagens em vídeo de viagens em Fortaleza

Neste primeiro momento, a inclusão da ferramenta ao aplicativo da Uber não é definitiva. Ela está sendo testada como uma alternativa, escalável e sem custo, ao registro das viagens com fotografias. O recurso possibilitará que os condutores utilizem as câmeras de seus dispositivos móveis para filmar os trajetos percorridos, quando desejarem

23:46 | 30/04/2021
Um grupo reduzido de motoristas recebe o projeto-piloto, que será paulatinamente expandido até alcançar todos os parceiros fortalezenses da empresa (Foto: Fábio Lima)
Um grupo reduzido de motoristas recebe o projeto-piloto, que será paulatinamente expandido até alcançar todos os parceiros fortalezenses da empresa (Foto: Fábio Lima)

Em Fortaleza, a empresa Uber dá início nesta semana aos primeiros testes de ferramenta de gravação de viagens por parte dos motoristas. O recurso é disponibilizado por meio de aplicativo parceiro e possibilitará que os condutores utilizem as câmeras de seus dispositivos móveis para filmar os trajetos percorridos, quando desejarem.

LEIA MAIS | Uber lança delivery em múltiplos restaurantes no Eats e mais novidades
Uber lança nesta quinta-feira no Ceará plano de celular pré-pago para motoristas e entregadores

Neste primeiro momento, a inclusão da ferramenta ao aplicativo da Uber não é definitiva. Ela está sendo testada como uma alternativa, escalável e sem custo, ao registro das viagens com fotografias. Isso é resultado da decisão da empresa em priorizar a segurança dos usuários do aplicativo. Segundo a diretora-geral da Uber no Brasil, Claudia Woods, ferramentas tecnológicas têm auxiliado nesse sentido.

“Queremos entender se essa tecnologia de gravação de imagens pode contribuir para que motoristas parceiros e usuários tenham ainda mais tranquilidade para continuar usando a Uber, claro que sempre respeitando as normas de privacidade”, diz ela. A ferramenta de vídeos começou a ser testada primeiramente em Aracajú, no Sergipe, em fevereiro, e alcançou outras 13 cidades nas semanas seguintes. Junto de Fortaleza, a capital da Bahia, Salvador, recebe o teste também neste fim de abril.

Um grupo reduzido de motoristas recebe o projeto-piloto, que será paulatinamente expandido até alcançar todos os parceiros fortalezenses da empresa. Participar do teste é opcional. Assim como ocorre com o recurso de gravação de áudio, as filmagens em vídeo serão criptografadas, inacessíveis até para o próprio motorista.

LEIA MAIS | Motorista de Uber é estrangulado e mordido por passageira de 75 anos durante viagem

Após ser enviado pelo condutor, o arquivo de vídeo é armazenado pela empresa parceira da Uber, que terá acesso apenas a informações básicas, como data e horário da gravação. Em uma eventual reclamação de segurança, o motorista poderá optar por anexar vídeos gravados. Só então a Uber acessará as imagens. Autoridades competentes também poderão solicitar acesso.

Quanto aos usuários, estes podem decidir embarcar ou não em uma viagem cujo motorista está testando a nova ferramenta, explica a empresa. A equipe de privacidade da Uber chancelou o recurso de modo a cumprir as regras previstas na legislação de proteção de dados.