PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Homem é preso por maus-tratos a sete cachorros, uma iguana e uma pata

O homem foi autuado por praticar maus-tratos a animais silvestres e domésticos, conforme artigo 32 da Lei de Crimes Ambientais

21:00 | 28/04/2021
Os animais foram encontrados com sinais de desnutrição (Foto: SSPDS/Reprodução )
Os animais foram encontrados com sinais de desnutrição (Foto: SSPDS/Reprodução )

Sete cachorros magros com sinais de desnutrição e amarrados em cordas curtas, além de uma iguana e uma pata, foram resgatados em uma residência situada no bairro Jardim das Oliveiras, em Fortaleza, nesta terça-feira, 26. O tutor dos animais foi preso em flagrante pela Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) e autuado pelo crime de maus-tratos a animais na forma qualificada. Após a ação, os animais recolhidos foram encaminhados para atendimento veterinário.

LEIA TAMBÉM | Fiscalização contra maus-tratos de animais cai 25% em Fortaleza

Após denúncias, os investigadores da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA), com o apoio de um médico veterinário do Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV/CE), se dirigiram até a residência, localizada na Rua Umburana. Na ocasião, o tutor, identificado como Ricardo Alves dos Santos, de 40 anos, tentou atrapalhar os trabalhos policiais.

Os agentes encontraram no imóvel nove cães. No entanto, dois deles fugiram no momento da ação policial. Todos apresentavam desnutrição e viviam em ambiente sem higiene adequada e sem alimento. Além disso, uma iguana e uma pata também foram encontradas no imóvel.

LEIA TAMBÉM | Suspeito de maus-tratos contra animais é preso em flagrante na Granja Lisboa

Ricardo Alves foi conduzido à DPMA onde foi autuado em flagrante por crimes ambientais, com previsão de pena de reclusão de dois a cinco anos, além de multa, conforme artigo 32 da Lei de Crimes Ambientais e da alteração advinda com a Lei Sansão nº 14.064/2020, em vigor desde o dia 30 de setembro do ano passado.