PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Avenida Leste Oeste recebe novo trecho de ciclovia a partir de segunda, 25

Velocidade máxima de 50 km será prolongada da Marinha até a avenida Dom Manuel

Marcela Tosi
08:35 | 22/01/2021
Com novo limite de velocidade em mais um trecho da Leste-Oeste, haverá período de seis meses para adaptação dos motoristas (Foto: Marcos Moura/ Divulgação Prefeitura de Fortaleza)
Com novo limite de velocidade em mais um trecho da Leste-Oeste, haverá período de seis meses para adaptação dos motoristas (Foto: Marcos Moura/ Divulgação Prefeitura de Fortaleza)

A partir da próxima segunda-feira, 25, começa a ser implantado novo trecho de ciclovia em Fortaleza. A intervenção se dará na avenida Presidente Castelo Branco (Leste-Oeste), entre a rua Jacinto Matos e avenida Alberto Nepomuceno. Na mesma data, a velocidade máxima para o tráfego de veículos passa a ser 50 km/h desde a rua Jacinto Matos até a avenida Dom Manuel.

Desenvolvido pela Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), o projeto contempla ciclovia situada junto ao canteiro central em ambos os sentidos. "Vamos integrar os bairros Jacarecanga, Moura Brasil e Centro, passando pela Areninha do Pirambu, Igreja Santa Edwiges, Marina Park e Mercado Central em um percurso de 2,7 km seguro para os ciclistas", explica o engenheiro do órgão, Gustavo Pinheiro.

A infraestrutura cicloviária vai se conectar aos 5 km já existentes ao longo da via e ao Centro por meio da ciclofaixa localizada na  avenida Alberto Nepomuceno, no Mercado Central. Segundo a Prefeitura, está prevista a implantação de mais 150 km de infraestrutura cicloviária nos próximos quatro anos.

LEIA MAIS | Saiba a diferença entre ciclofaixa, ciclovia, ciclorrota e espaço compartilhado

LEIA TAMBÉM | Quase metade dos fortalezenses vive a até 300 metros da malha cicloviária

Velocidade

A velocidade máxima de 50 km/h será prolongada da Marinha até a avenida Dom Manuel. Durante seis meses, a partir da primeira semana de fevereiro, haverá uma fase de educação no trânsito para os motoristas se adaptarem ao novo limite. O trabalho contará com a presença de agentes, orientadores e educadores de trânsito auxiliando condutores e pedestres nos principais cruzamentos. A aplicação de penalidade terá início somente após esse período.

Na via, o trecho entre a ponte da Barra do Ceará e a Marinha já opera com velocidade reduzida. Conforme a Prefeitura, houve redução de 40,60% no quantitativo de atropelamentos e de 20,2% no índice de acidentes com vítima. Em relação a acidentes envolvendo ciclistas, a queda foi de 23,9%. Já a estatística de acidentes fatais reduziu 34,2%.

“Enquanto poder público, estamos fazendo a nossa parte ao criar condições de deslocamentos mais seguras. A responsabilidade deve ser compartilhada com a sociedade, que deve respeitar a sinalização e dirigir com cuidado e atenção, protegendo a sua vida e a do outro”, aponta a superintendente da AMC, Juliana Coelho.

Com informações da Prefeitura de Fortaleza