PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Infestação de muriçocas incomoda moradores do Jardim Guanabara

A Secretaria de Saúde de Fortaleza informa que denúncias de focos de muriçocas devem ser realizadas junto a Secretaria Regional responsável pela área ou por meio da Ouvidoria 0800.275.1364

Ismia Kariny
14:28 | 09/10/2020

 

Com o tempo mais quente, os indesejáveis mosquitos voltam a aparecer em Fortaleza. De acordo com um morador do Conjunto Nova Assunção, a comunidade, localizada próxima ao Jardim Guanabara, já está sentindo os incômodos da infestação de muriçocas há duas semanas. Para acabar com os desconfortos causados pelos pernilongos, ele afirma que tentou contato com a Prefeitura de Fortaleza pedindo que o carro fumacê passasse pela região. Conforme a Secretaria Municipal da Saúde (SMS), porém, o fumacê é uma ação estadual dedicada apenas para contenção do mosquito da dengue.

“Faz dias que a gente está nesse ataque dessas muriçocas, quando chega a noite a gente não consegue dormir”, relata o professor Mário César de Albuquerque, 45. “Já está com mais de duas semanas. Eu liguei para vários órgãos da Prefeitura. Eles ficaram empurrando de um órgão para o outro”.

Leia também | Veja pesquisas Datafolha de intenção de voto para prefeito em algumas capitais do Brasil

De acordo com Mário, da última vez que a comunidade passou por uma infestação de muriçocas, há cerca de dois anos, a situação foi amenizada com a aplicação do fumacê. “A minha irmã, que mora no Jardim Guanabara, também percebeu [o aumento dos mosquitos]. A gente já usou repelente, velas, raquete, mas é tudo paliativo, não está servindo”, acrescenta o professor. Ele conta que conversou com um agente de saúde, que ponderou ainda que os mosquitos podem ser aedes Aegypti.

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informou que, para denunciar focos de muriçocas, a população deve procurar a Secretaria Regional responsável pela área ou entrar em contato com a Ouvidoria pelo telefone 0800.275.1364. “A SMS realiza um trabalho permanente de monitoramento em 42 canais da Capital e atende cerca de 200 denúncias por mês, no qual os técnicos são acionados e realizam vistoria no local”, diz em nota.

Orientações para prevenir infestação de muriçocas

 

Segundo a SMS, o principal tratamento para a prevenção e controle de infestação de muriçocas é por meio da aplicação de biolarvicidas na água. Quando há grande manifestação de pernilongos, ocorre a aplicação de produtos químicos na região como medida paliativa.

Para evitar que os mosquitos se proliferem, a Secretaria orienta que a população não jogue lixo nos canais e córregos, porque agrava a situação, dificultando a ação dos biolarvicidas. “A SMS ressalta ainda que a o fumacê é uma ação do Governo do Estado, estratégia usada para casos de grande manifestação do mosquito aedes aegypti ou mediante surto endêmico e não para prevenir e controlar as muriçocas”, finaliza em nota.

Relação de Distritos Técnicos de Endemias de Fortaleza

 

Regional 1- (85) 3433.6823

Regional 2 - (85) 3241.4768

Regional 3 - (85) 3488.3255
(85) 3488.3256

Regional 4 - 3131 7336

Regional 5 - (85) 3294.6747

Regional 6 - (85) 3488.3187

Regional Centro - (85) 3254.4279