PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Nove foragidos são incluídos na lista de recompensas e valores vão até R$ 8 mil

Os valores para quem repassar a localização deles ou informes relevantes variam de R$ 2 mil a R$ 8 mil. No geral, o programa pode oferecer até R$ 30 mil de acordo com o caso

Jéssika Sisnando
20:25 | 05/10/2020
Lista de procurados do Ceará  (Foto: divulgação/SSPDS)
Lista de procurados do Ceará (Foto: divulgação/SSPDS)

Nove pessoas foragidas da Justiça do Ceará foram incluídas no Programa Estadual de Recompensas do Governo do Ceará. Os criminosos possuem mandados de prisão em aberto. Os valores para quem repassar a localização deles ou informações relevantes variam de R$ 2 mil a R$ 8 mil.

O recebimentos das denúncias é o 181, o disque-denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). Conforme o órgão, as informações dos denunciantes são mantidas em sigilo.

O programa de recompensa do Ceará quer estimular o auxílio das pessoas nas operações policiais e nas investigações. Os valores totais variam de R$ 1.000 a R$ 30.000 e são definidos de acordo com a gravidade do delito, pela repercussão, reprovação social do crime, complexidade e dificuldade de elucidação.

Os valores sobre os nove foragidos estarão disponíveis até o dia 26 de janeiro de 2021, período que vence o prazo para o recebimento das denúncias. Cada nome e valor podem ser acessados no site Recompensas.

Sobre o pagamento da recompensa, será verificado se a denúncia é determinante para o resultado e uma comissão vai deliberar sobre o pagamento dos valores depois de uma análise do relatório policial feito pela autoridade da investigação. A premiação pode ser dividida igualmente nos casos que mais de uma informação for determinante para o desfecho do caso. O órgão alerta que quem prestar informações falsas ou de má-fé pode responder civil e criminalmente.

LEIA MAIS: 

Sete homens são presos em flagrante quando tentavam assaltar lotérica

Polícia apreende 102 kg da droga e prende quatro pessoas


Qualquer pessoa pode colaborar com o envio de denúncias, exceto agentes de segurança pública e servidores administrativos dos órgãos que compõe a Comissão Estadual do Programa de Recompensa. A participação dos parentes dos agentes de segurança e dos servidores também é vedada.

Clique na imagem para abrir a galeria

 

Alvos
Sancley de Araújo Holanda (41) – Vulgo “Sadam”
Gilderlan Soares Granja (28)
Eupídio Fernandes da Rocha (30) – Vulgo “Abel”
Almerinda Marla Barbosa de Sousa (39) – Vulgo “Irmã Ruiva”
Alexandre Ximenes de Carvalho (31) – Vulgo: “Pica-Pau ou Jacaré”
Rogério Araújo de Freita (27) – Vulgo “Chocolate”
Carlos Mateus da Silva Alencar (25) – Vulgo “Fiel” ou “Skidum”
José Willame Lima Benicio (30)
Lindemberg Vieira Viana (25) – Vulgo: “Detento”

 

Com informações da SSPDS