PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Torcedores sem máscara fazem aglomeração em bar no Antônio Bezerra

Na rede social Instagram, um bar no bairro Antônio Bezerra divulgou imagens de vídeos e fotos de pessoas assistindo ao Clássico-Rei sem o uso de máscara e provocando aglomeração. PM não recebeu denúncia sobre o caso

15:03 | 03/09/2020
Bar registra aglomeração, pessoas sem máscara e transmite jogo do Ceará e Fortaleza. Funcionamento de bares está proibido em decreto estadual (Foto: Foto: Reprodução/Instagram)
Bar registra aglomeração, pessoas sem máscara e transmite jogo do Ceará e Fortaleza. Funcionamento de bares está proibido em decreto estadual (Foto: Foto: Reprodução/Instagram)

A transmissão do Clássico-Rei entre Ceará e Fortaleza em bar no Antônio Bezerra, na noite desta quarta-feira, 2, pareceu de tempos anteriores à pandemia do novo coronavírus: muita aglomeração e clientes sem máscaras. Os donos do bar ponderaram que procuram seguir as determinações de segurança, mas que, por vezes, os próprios clientes não colaboram no respeito às medidas sanitárias que buscam prevenir a Covid-19. 

O último decreto publicado pelo Governo do Estado, no dia 29 de agosto, impede o funcionamento de bares e clubes. O documento afirma que estabelecimentos para alimentação fora do lar não poderão disponibilizar aos clientes atendimento música ao vivo nem transmissão de “lives”, shows, jogos de futebol, lutas ou qualquer outro evento esportivo ou de entretenimento. O contrário do que foi registrado no bar na noite desta quarta.

LEIA MAIS | Capital registra aglomerações em restaurantes em dia de jogos de Fortaleza e Ceará

Procurado pelo O POVO, Alan Magalhães, dono do bar Clube da Cerveja, pontuou que a questão da transmissão do jogo foi um incidente isolado e que a decisão de transmitir a partida de futebol não passou por ele, que não estaria presente no estabelecimento. O comerciante destacou que a maioria dos clientes solicitava a transmissão do jogo na televisão do bar e que também assistia o jogo por seus respectivos celulares. Questionado sobre o anúncio de transmissão da disputa nas redes sociais do bar horas antes da partida, ele destacou que a rede é gerida por terceiros.

"Já houve uma reunião com toda a equipe para acertar essa questão da transmissão e anúncio de jogos. Nós estamos nos esforçando para seguir a risca todas as determinações de segurança exigidas", ponderou Alan. Ele frisou ainda que o bar só permite a entrada de clientes que estejam usando máscaras, sendo aferido a temperatura na entrada do estabelecimento, que também está funcionando com capacidade reduzida. 

Com relação a questão da aglomeração e dos registros de clientes sem máscaras, o dono do bar afirmou:  "Dentro da casa é impossível a gente controlar os clientes, eles estão consumindo alimentos e bebidas e por isso tiram a máscara e depois fica difícil de conter eles".

"A gente tá lutando para funcionar e recuperar o prejuízo de quase três meses parados. Temos muitas dívidas e responsabilidade com a renda de nossos colaboradores. Realmente estamos nos esforçando para cumprir as medidas de segurança, mas as vezes os clientes não colaboram", completou

Em nota, Polícia Militar do Ceará (PMCE) informou que não há registros de solicitação para atendimento da ocorrência de aglomeração, no mencionado estabelecimento, nesta quarta. A PM destacou ainda que a população pode colaborar com o trabalho de fiscalização de cumprimentos das normas sanitárias para enfrentamento à pandemia, realizando denúncias à Corporação por meio do telefone 190 da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops).