PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Profissionais femininas da segurança se aperfeiçoam em armamento e tiro

O curso foi exclusivo para mulheres das forças de segurança e foi ministrado pela equipe de instrutores e pelo secretário da Administração Penitenciária, Mauro Alburquerque

13:32 | 14/08/2020
Curso em Aperfeiçoamento de Armamento e Tiro (C.A.A.T) foi exclusivo para mulheres das forças de segurança do Ceará (Foto: Divulgação/SSPDS)
Curso em Aperfeiçoamento de Armamento e Tiro (C.A.A.T) foi exclusivo para mulheres das forças de segurança do Ceará (Foto: Divulgação/SSPDS)

Um grupo de 29 profissionais femininas da segurança do Ceará concluíram nesta quarta-feira, 12, o Curso em Aperfeiçoamento de Armamento e Tiro (C.A.A.T). Por causa da pandemia, a edição teve que ser interrompida e retornou neste mês de agosto.

O curso foi exclusivo para mulheres das forças de segurança e foi ministrado pela equipe de instrutores e pelo secretário da Administração Penitenciária, Mauro Alburquerque. A coordenadora da Escola de Gestão Penitenciária, Tereza Castro, ressaltou que as agentes estão qualificadas em armamentos como fuzil, carabina, semi-automático e ponto 40.

O curso atraiu profissionais de diversos setores da segurança cearense. A soldado Amália, que faz parte do Batalhão de Choque da Policia Militar, contou que a experiência vai ajudar no dia a dia porque o tipo de armamento estudado é usado na rotina. Já a policial penal Liliane Ellen, da unidade Sobreira Amorim, conta que tem 13 anos de sistema penitenciário e pode se qualificar no uso do armamento.  

Clique na imagem para abrir a galeria