PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

#ExposedFortal: alunas de escolas estaduais denunciam assédio por parte de professores

Estudantes e ex-alunas relataram, em perfis do Instagram, momentos em que foram assediadas por docentes

18:24 | 26/06/2020
Em prints de postagens, jovens relataram sobre momentos de constrangimento, importunação e assédio sexual que passaram com professores de algumas escolas estaduais (Foto: Reprodução)
Em prints de postagens, jovens relataram sobre momentos de constrangimento, importunação e assédio sexual que passaram com professores de algumas escolas estaduais (Foto: Reprodução)

Desde o início desta semana a hashtag #exposedfortal vem tomando grandes proporções nas redes sociais. Com denúncias de assédio e importunação sexual por parte de alunos e professores, até então, divulgadas apenas por alunas da rede particular de ensino de Fortaleza, o movimento tem se ampliado também para as escolas estaduais de ensino.

Em prints de postagens que foram arquivadas, jovens relataram anonimamente a um perfil no Instagram sobre momentos de constrangimento, importunação e assédio sexual que passaram com professores de algumas escolas estaduais. Nas mensagens, as alunas comentam como receberam toques e comentários indevidos sobre seus corpos. Em um deles, uma das alunas comentou que, durante monitoria, o professor chegou a passar a mão em sua perna, de forma maliciosa, e comentou que se a garota mostrasse uma foto de biquíni, ele daria um ponto extra na disciplina.

Leia mais: Advogada dá dicas de como fazer um #Exposed juridicamente seguro

Em conversa com O POVO, uma das alunas da rede estadual comentou que essa não é a primeira vez que estudantes da instituição relatam esses tipos de caso à coordenação escolar. “Infelizmente, nunca houve punição. Mas entramos nesse movimento que está tão forte, para dar voz a essas ocorrências que devem ser punidas devidamente”, comenta a jovem que prefere não revelar sua identidade.

Em prints de postagens, jovens relataram sobre momentos de constrangimento, importunação e assédio sexual que passaram com professores de algumas escolas estaduais
Em prints de postagens, jovens relataram sobre momentos de constrangimento, importunação e assédio sexual que passaram com professores de algumas escolas estaduais (Foto: Reprodução)

Algumas das escolas estaduais que foram citadas nos relatos divulgaram notas oficiais afirmando que estão acompanhando as denúncias feitas e que irão tomar as devidas providências para apurar a veracidade dos fatos divulgados. O POVO não revela os nomes do colégios para preservar as vítimas.

A Secretaria da Educação afirmou, em nota, que está ciente e adotará as “providências necessárias para que os fatos sejam apurados dentro da legalidade, seguindo os princípios da responsabilidade e da ética”. A Seduc também informou que está à disposição para prestar as informações solicitadas aos órgãos responsáveis pelas investigações e que prestará assistência aos alunos e familiares, disponibilizando um canal de ouvidoria para que os fatos sejam esclarecidos de forma rápida.

ExposedFortal: Denúncias

Diversos casos de alunas de instituições de ensino ligadas à órgãos públicos também têm divulgado suas histórias de assédio envolvendo professores. Nos relatos compartilhados, todos anônimos, alguns docentes são constantemente acusados de importunar alunas com comentários em redes sociais, mensagens privadas e investidas com teor sexual.

Em nota, as instituições afirmam que tomaram conhecimento das denúncias feitas pelas redes sociais sobre o comportamento indevido de alguns professores e que repudiam todo tipo de conduta que fere seus alunos. Ainda na declaração, foi informado que os casos estão sob apuração e serão tratados com imparcialidade.

ExposedFortal: investigação

O movimento #ExposedFortal vêm sendo investigado pela Polícia Civil do Ceará, desde que a hashtag foi um dos assuntos mais comentados no Twitter no início desta semana.

O Ministério Público do Estado do Ceará também informou que instaurou uma investigação para identificar as vítimas e os abusadores responsáveis pela divulgação das imagens.