PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Centro de Fortaleza registra 40% do fluxo normal na primeira fase de reabertura do comércio

O número foi registrado no sábado, 13, mas tendência se mantém nesta semana, segundo o presidente da CDL, com uma média de 38%

Ismia Kariny
12:24 | 17/06/2020
CENTRO de Fortaleza: segunda fase da reabertura prevê funcionamento normal aos sábados  
 (Foto: Thaís Mesquita)
CENTRO de Fortaleza: segunda fase da reabertura prevê funcionamento normal aos sábados (Foto: Thaís Mesquita)

 De acordo com a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), o Centro de Fortaleza chegou a registrar cerca de 40% do fluxo normal na primeira fase do Plano de Retomada Responsável das Atividades Econômicas e Comportamentais. O percentual foi registrado no sábado, 13. Nesta semana, segundo Assis Cavalcante, presidente da CDL, a média está em torno de 38%. Segundo relatos de permissionários e trabalhadores autônomos do polo comercial, a circulação de pessoas tende a aumentar durante as datas comemorativas, e principalmente no período de pagamento do auxílio emergencial.

Eliezer Ribeiro é um dos permissionários que retomou as atividades comerciais nessa primeira fase de reabertura. Antes de retornar ao trabalho, o vendedor estava pouco otimista em relação à força do comércio. No entanto, foi surpreendido pelos bons resultados, comparando até mesmo com o período de alta do comércio, em dezembro. “O que se vê é muita pessoa com dinheiro, querendo consumir cada vez mais os produtos, então isso favoreceu muito o comércio aqui do Centro”, comenta o vendedor, que tem um ponto de venda de celulares e acessórios.

Movimentação no Centro de Fortaleza nesta quarta-feira, durante primeira fase do plano de retomada da economia no Ceará
Movimentação no Centro de Fortaleza nesta quarta-feira, durante primeira fase do plano de retomada da economia no Ceará (Foto: Thaís Mesquita)

O permissionário Eliezer comenta que, assim como as lojas, os vendedores ambulantes estão atentos aos cuidados sanitários para evitar a disseminação do novo coronavírus. Para isso, se certificam de utilizar álcool em gel e se distanciar de aglomerações. Conforme O POVO apurou, nas ruas do Centro a maior parte da população tem se atentado para o uso de máscaras. Pelo menos 20 agentes da Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis) estão trabalhando com monitoramento de ocorrências, e o policiamento segue calmo no polo comercial.

Com informações do repórter Ítalo Cosme

Mais informações em instantes