PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Alunos de escola particular de Fortaleza arrecadam doações para funcionários demitidos

A vaquinha online lançada nessa segunda-feira, 18, já contava com mais de 30 apoiadores e reunia R$ 1,7 mil quase 24 horas após ser inaugurada

Lais Oliveira
14:04 | 19/05/2020
Na foto, Francisco Maciel da Silva, 36 anos, ex-funcionário do colégio. Com a saída dele, alunos começaram a se mobilizar para no intuito de arrecadar doações para os colaboradores demitidos
Na foto, Francisco Maciel da Silva, 36 anos, ex-funcionário do colégio. Com a saída dele, alunos começaram a se mobilizar para no intuito de arrecadar doações para os colaboradores demitidos (Foto: Reprodução)

Uma corrente do bem uniu alunos do Colégio Christus, escola particular de Fortaleza, no intuito de arrecadar doações para funcionários que foram despedidos em meio a crise causada pela pandemia. A vaquinha online lançada nessa segunda-feira, 18, já contava com mais de 30 apoiadores e reunia R$ 1,7 mil quase 24 horas após ser inaugurada.

Quando soube que o colaborador de serviços gerais Francisco Maciel da Silva, 36 anos, não trabalhava mais na escola, o estudante João Pedro Morais Pereira, 17, teve a ideia de criar a vaquinha virtual para que as pessoas pudessem ajudar sem sair de casa. "O Maciel e todos os outros [funcionários] são queridos por nós porque eles faziam questão de tratar a gente educadamente, gentilmente, alegrando nosso dia", conta.


Maciel era funcionário de uma das unidades do colégio no bairro Aldeota há sete anos e deixa evidente o carinho pelos estudantes que eram parte inseparável da sua rotina. "Eu senti muito por causa dos alunos. Chorei bastante porque gostava de trabalhar ali por causa deles. Eu dava 'bom dia', 'boa tarde', 'boa prova'. Trabalhava feliz ao lado deles", se emociona Francisco.


Ao descobrir sobre a iniciativa dos estudantes, Maciel relata que se sentiu muito grato. "É muita emoção. Agradeço demais o apoio deles, dos pais e das mães. Isso me emociona muito e me deixa muito alegre porque eu amo eles", diz. Ele garante que a contribuição fará diferença nas despesas em casa, enquanto aguarda receber o seguro-desemprego.


Segundo o estudante João Pedro, a ação que começou para ajudar Maciel vai beneficiar também outros ex-colaboradores do colégio. "Todos vão fazer muita falta pois eram pessoas que a gente via todos os dias, nos desejavam boa sorte nas provas, faziam brincadeiras com a gente e até ouviam nossos desabafos quando não estávamos bem", relembra.


Além dele, os estudantes do Christus Jessica Siegmayer, 17, Fábio de Castro Machado Filho, 17, e João Emanuel de Carvalho Rodrigues, 17, também estão à frente da mobilização para reunir as doações.
Para Jessica, a repercussão da iniciativa tem sido uma surpresa. "Nossa, eu não imaginava que ia ser assim! Começamos a divulgar pelo Instagram e pelo WhatsApp no fim da manhã, e no fim da tarde já tínhamos batido R$ 1 mil de doações", afirma.


De acordo com a jovem, alunos e ex-alunos estão empenhados em compartilhar a ação nas redes sociais. Segundo os organizadores da iniciativa, a ideia é deixar o site disponível para a contribuição das pessoas até o fim de maio, mas o prazo pode ser estendido.


Como ajudar:


Para contribuir com a vaquinha online realizada pelos alunos, bastar acessar esse link